At Pingback you can find real contentGet access to a world of content created by those who know what they're talking about.

Loading...Loading...

By Tiago Paz

Last update 55 minutes ago4 Min.

Depois de tanta ansiedade, espera e angústia, finalmente a taça do campeonato brasileiro fica com o Galo!
Dia que ficará marcado na memória, 2 de dezembro de 2021, e que dia..
Como sempre, para ficar do jeito que a gente gosta, para ser a cara do Galo, tinha que ter emoção, maior do que teria se apenas conquistasse uma vitória simples, o que não aconteceu.
E me lembro daquela famosa e típica frase de Mário Henrique Caixa:                    
“Por que tem que ser tão sofrido assim, Galo?”
O primeiro tempo terminou empatado, mas não me leve a mal, não quero comentar sobre o primeiro tempo e sim sobre o segundo que praticamente ditou o que foi o jogo do título.
Segundo tempo começou, o Galo queria uma vitória, assim como o Bahia também, as duas equipes precisavam do resultado, uma equipe para conquistar o campeonato, e a outra para tentar escapar da zona de rebaixamento, sabemos que não seria um jogo fácil, mas não esperávamos que seria tão sofrido.
E foi exatamente a equipe do Bahia que abriu o placar, após uma cabeçada do zagueiro Luiz Otávio que foi parar no fundo das redes aos 17 do 2º tempo.
Logo em seguida, 4 minutos após o primeiro gol, a equipe bahiana ampliou a vantagem no placar com Gilberto que adiantou o posicionamento e se colocou a frente do zagueiro Júnior Alonso.
E foi aí que o jogo começou a ficar com a cara do Galo, dramático, porém com fé e perseverança  de que poderíamos conseguir melhor desempenho no jogo.
Menos de 10 minutos após o segundo gol da equipe rival, Nathan deu um passe para Eduardo Sasha, que foi derrubado dentro da área bahiana, sendo assim, marcada penalidade.
Jogo começou a ficar ‘favorável’ ao Galo após HULK marcar de pênalti e diminuir a vantagem do adversário.
Eu, como todos os atleticanos, fiquei maluco, comemorei igual louco e acreditei ainda mais em um empate, mas mal deu tempo de comemorar o primeiro, pois o segundo gol veio menos de dois minutos após o primeiro gol.
Após um cruzamento de longe do Mariano, o nosso artista de dentro das quatro linhas, conhecido também como Kenaldinho dominou a bola, e chutou para os fundos da rede, enlouquecendo ainda mais a Massa atleticana.
Em muito pouco tempo o Galo fez dois gols na partida, fazendo aumentar a confiança, tanto dos jogadores, quanto dos torcedores.
Em certo momento, já sabia que sairíamos com a vitória, mas a ansiedade bateu forte, faltava pouco tempo para a partida acabar.
Surpreendendo a todos, mais uma vez, sem muito tempo para comemorar um gol, três minutos após o segundo, veio o terceiro gol da equipe alvinegra.
Nathan em sua segunda assistência na partida, mandou uma fatiada espetacular para Keno fazer o seu segundo gol.
Loucura total em Belo Horizonte! Loucura total em todas as cidades que haviam atleticanos presentes! 
Atlético virou a partida fazendo 3 gols em apenas 6 minutos, é a cara do time.
A torcida começou a se preocupar com o tempo, estava dando tudo certo, da forma que o Galo queria, só faltava o juiz encerrar a partida.
E ele encerrou, concretizando o título brasileiro do Galo após 50 anos! 
Que emoção e alegria, que só nós, torcedores atleticanos sabemos sentir.
Teve festa no aeroporto, em bares, na praça 7, por todos os lugares.
Temos que agradecer a todos os jogadores, as pessoas da comissão técnica, funcionários, diretoria, e os investidores! 
MUITO OBRIGADO, O TIME TODO! 
Galo ainda tem duas partidas para encerrar o ciclo do campeonato, uma delas, amanhã, no Mineirão, contra a equipe do Bragantino, jogo para o Galo comemorar com a torcida o título tão esperado.
Um dia para ficar marcado também, teremos mosaico em todo estádio, música e presenças ilustres.
Ah, que alegria é ser Galo, e não só pelo título e sim pelo o que o Clube Atlético Mineiro representa para todos nós atleticanos.
Só lembrando que em menos de 15 dias, se Deus quiser, podemos comemorar outro título. 
VAMOS PELA COPA 🏆
Continue reading
4 Pings
Reply
Make a comment

By Antônio Neto

Last update 3 hours ago2 Min.

Difícil recomeçar a escrever, mas necessário, é necessário se ter memória.
Antes de tudo coragem, sem ela seria impossível, mas acima de tudo, tenho certeza que precisei de pessoas que me deram, me emprestaram ou até mesmo fingiram que tinham coragem para me encorajar...rsrsrs.
O resultado foi bem mais do que eu esperava, mas não menos do que eu sonhava. Entrei na política ainda como criança, acompanhando minha tia Biná, quem me conhece de perto já ouviu essa história trocentas vezes. Olho pro passado e vejo a importância das interações que temos e como esses gostos acabam passando para os filhos né? (Deus me permitirá ser um bom exemplo para meu filho Antônio, assim como falo pra minha esposa Ana Karla).
Sempre tive pais que gostavam de falar dos problemas da sociedade, principalmente meu pai que gostava de assistir aos telejornais, isso me tornou um sujeito crítico, ou pelo menos, informado. A meu pai creio que devo meu jeito meio quadrado, mas correto de ver as coisas, assim não fazemos mal a ninguém, mas infelizmente, no meio político essa não é uma habilidade necessária.
Antes de encarar o pleito, tive experiências no serviço público como cirurgião-dentista e gestor de saúde, cargo confiado pela prefeita Eunice de 01/2017-03/2020, nessa oportunidade pude realizar coisas até inimagináveis para o status que o município tinha quando assumimos, como por exemplo, uma residência médica. Digo para os que me acompanharam que a meta era sempre alta, assim próximos do sucesso já sabíamos que o resultado seria bom, ou seja, nossa meta era colocar mesmo o Sarrafo alto, assim ficaríamos marcados na história.
Quem vê esse enfoque deve imaginar "ele faz isso porque é vaidoso ou orgulhoso", antes de continuarmos é bom desmistificarmos isso como pejorativo, na realidade, ambas características são até necessárias quando se lida com muitas pessoas, pois é necessário ter mentalidade forte para se manter firme no propósito, nos princípios. O que não devemos cometer são burrices, ou seja, desvalorizar os riscos para mantermos uma opinião, uma perspectiva, ou até mesmo cometermos danos a si próprios ou a outrem sem que isso traga benefício algum.
Dito isto, precisamos evoluir, não podemos ter opiniões fossilizadas. Assim, aprendi bastante coisa com a vivência, quebrando a cabeça, mas aprendi principalmente que ainda aprenderei bastante.
Continue reading
0 Ping
Reply
Make a comment
Redação de Direita3 hours ago
MEA CULPA CONTARATO
Confunde-se metade com meia de calçar, até mesmo calça com a luva que se calça. A língua portuguesa realmente é difícil. E o Latim, da qual ela deriva? Não me arrisco. Mas “mea” significa “minha” e não “metade”. Sãos os  impropérios vindos de Brasília.
PingReply
A tecnologia desempenha um papel fundamental na segurança pública em todo mundo. Seja para prevenir ou punir abusos de indivíduos que descumpram as leis. No Brasil, os índices de homicídios chegam a mais de 40 mil por ano e cerca de apenas 30% são solucionados, segundo o jornal o globo:
Diante desse caos, por que o Brasil não consegue punir os culpados e o que acontece em outros países para que a lei seja cumprida?
Um dos fatores está relacionado a falta de tecnologia aplicada e a quantidade de perfis genéticos cadastrados no banco de dados nacional, que chegou em 2021 a apenas 100 mil cadastrados. No Estados Unidos esse valor chega a 13 milhões, enquanto na China ultrapassa a marca de 50 milhões.
Mas, como funciona esse banco de dados e como ele é usado para identificar um suspeito e orientar os peritos  pelo DNA?
Basicamente, cada ser humano possui diversos  marcadores genéticos e cada marcador possui alelos que são únicos para cada indivíduo. Ocasionalmente, os alelos de dois indivíduos podem ser iguais, entretanto quando analisados mais de 30 marcadores genéticos com dois alelos em cada, as chances que sejam iguais podem ser consideradas zero, considerando que não sejam gêmeos univitelinos, que possuem o mesmo perfil genético . Esses marcadores são extraídos a partir do sangue, unhas, dente, swab bucal e de diversas outras formas.
O banco de dados necessita que esses marcadores genéticos sejam extraídos de indivíduos que já tiveram passagem pela polícia, para que consigam serem armazenados. Nesse caso, o perfil genético é relacionado ao nome, CPF, estado, crime que foi cometido e outros dados do condenado.
Bom, com o banco de dados sendo criado e crescendo a quantidade de condenados cadastrados, o que isso ajuda na resolução dos crimes?
Da mesma forma que o DNA pode ser extraído dos condenados, pode ser extraído com vestígios de DNA espalhados nos locais de crime, com vestígios de dna espalhados. Com o DNA extraído desses locais, podemos agora usar a tecnologia para comparar o que foi extraído, com o perfil genético de todos os condenados. Por esse motivo, existir uma grande quantidade de perfis genéticos de condenados cadastrados é um fator determinante para encontrar o culpado.
E como funciona o software que faz isso?
O software necessita buscar cada perfil genético cadastrado no banco de dados e comparar com o que foi encontrado no local do crime. Caso ocorram discordâncias entre os alelos dos marcadores, o perfil genético é descartado. Esse processo ocorre até o perfil genético idêntico ser encontrado, ou até o processo, denominado de iteração na programação, ser finalizado sem êxito.
Com o tempo e com o banco de dados com mais cadastrados, será possível reconhecer o DNA dos suspeitos com mais facilidade. Infelizmente,  o Brasil ainda está atrasado nessa tecnologia também, ainda por cima em relação as leis, ajudando criminosos a ficarem impunes. Apenas em 2021 esse tema começou a ser considerado no congresso com mais  seriedade.  Com a Integração dos bancos de dados dos estados ao banco de dados nacional. Antes, apenas a lei 12654/2012 previa a coleta de condenados, porém a organização desses dados eram insuficientes para solucionar os crimes cometidos.
Continue reading
0 Ping
Reply
Make a comment

By Em Sinapse

Last update 2 hours ago2 Min.

(ENEM - 2021): Durante o desenvolvimento embrionário humano ocorre uma comunicação entre os átrios direito e esquerdo através do forame oval (ou forame de Botal). Essa comunicação não causa prejuízos à circulação do bebê em formação, exceto se ela perdurar após o nascimento.
Os prejuízos no período embrionário são evitados porque a circulação fetal se assemalha à dos(as)
a) aves, porque a pequena circulação e a grande circulação estão presentes.
b) répteis, porque a mistura de sangue é minimizada por um metabolismo lento.
c) crocodilianos, porque a separação dos ventrículos impede a mistura sanguínea.
d) peixes, porque a circulação é simples, ocorrendo uma passagem única pelo coração.
e) anfíbios, porque pressões diferenciais isolam temporalmente o sangue venoso do arterial.
Na fase fetal, o átrio direito recebe sangue arterial vindo da placenta através do ducto venoso, que desemboca na veia cava inferior. Através do forame oval, o sangue arterial passa para o ártrio esquerdo, seguindo para a circulação sistêmica. Esse tipo de circulação ocorre apenas na fase fetal, iniciando o fechamento ao nascer e sendo totalmente fechado após o 3º mês de vida do bebê (na maioria dos casos). Desse modo, o coração fetal tem apenas a função de distribuir o sangue arterial, sendo muito parecido com uma circulação simples. Das alternativas apresentadas, aquela que mais se assemelha à circulação fetal é a circulação dos peixes.

RESPOSTA: “D”

Continue reading
1 Ping
Reply
Make a comment
Rodrigo Fernandes5 hours ago
A Oligarquia dos NFT's
Será que as tecnologias da Web3 serão capazes de criar um ambiente com menos concentração para o acesso aos bens e ao poder na Internet?
Há controvérsias.
Uma pesquisa mostra que os top 10% traders estão sendo responsáveis por nada menos que 85% das transações com NFTs.
PingReply
Estamos nas vésperas de 2022 e nosso futebol nacional , não parece estar nesse mesmo ano.
Quando assistimos os times de Klopp e Guardiola jogarem,parece um outro esporte. E você já deve ter lido e ouvido diversos motivos , que faz esse abismo acontecer. Você deve ter lido e ouvido diversos motivos , de diversas áreas também. Jornalistas , jogadores , técnicos , boêmios , padeiros , advogados… 
Enfim , você já ouviu teses de todos os cantos para isso acontecer.
Não vou discutir se todos esses estão certos e errados , não é o foco aqui. O interesse aqui é falar do que vemos por mais de 15 anos na Europa e vemos raramente por aqui na América do Sul. Só para registrar , nessas raras vezes que vimos isso por aqui , quase nunca vimos isso no campeonato brasileiro ou em competições nacionais.
Como isso funciona? Como isso não funciona? Qual a maior diferença? Alguma semelhança?
Previsões?
Vou mastigar o máximo o possível para vocês, trazendo lembranças e comparações.
Quando disse que quase nunca vimos isso em terras brasileiras , logo alguém vai lembrar do mais recente. O time que mais se assemelhou aos grandes times e também aos seus desempenhos , foi Jorge Jesus.
A diferença foi tão grande em comparação nacional , que o português , fez um time que possuía Filipe Luís e Pablo Mari na sua linha defensiva, jogar com uma linha alta. Citei os dois , porque nenhum deles tem na velocidade às suas características e que nenhum dos dois , estavam acostumados a jogar de tal forma na carreira. Sempre lembrando que o Filipe , principalmente , jogando com Simeone , atuava com linhas baixas , por características do seu técnico e por características de seus companheiros. Aquele sistema defensivo famoso , do qual ele fez parte , teve Godin , Juanfran , Miranda ,Alderweireld , para citar outros que não tinham a velocidade como característica. 
Mas não era só essa linha alta que fez Jesus sobressair em solos Tupiniquins. Parece óbvio que em um jogo que tem cada vez menos espaço para jogar , você precise ou procure sempre ter , maioridade numérica para conseguir êxito. Jesus sempre procurou isso quando seu time tinha a bola e por muitas vezes obteve êxito.
É lindo ver Arnold e Robertson , atacar pelas respectivas laterais , dando assistência , atrás de assistência. Não tem como negar.
Mas está disposto a deixar seus zagueiros expostos?
Como era lindo ver Daniel Alves e Abidal atacar ao mesmo tempo. Sempre dando opções para Xavi , Iniesta , Busquets…
Mas está disposto a deixar seus zagueiros expostos?
Essa pergunta precisa ser respondida. Precisa ser estudada. 
Isso acontece?
Chuto que não. Mas é apenas um palpite.
Como já citado neste texto , Simeone , nunca apresentou, com decorrência , um jogo mais impositivo. Um jogo que atacasse com 8 , até 9 jogadores. Por isso talvez seja a maior semelhança que alguém já conseguiu fazer por aqui. Linhas baixas , zagueiros extremamente protegidos, agressividade defensiva extremamente conservadora.
Como já dito por aqui ,temos exceções. Aqui no Brasil , Pablo Mari , Filipe Luís são exemplos que deram certo. Na Europa , Piqué , Stones , Matip , Hummels , Sule , são exceções de jogadores não velozes , que conseguiram sucesso com linha alta.
O mais engraçado , é que temos sim , material humano aqui. Quando ouvir alguém falar que não temos , entenda que é mentira. Temos sim , zagueiros rápidos , laterais com boa qualidade técnica , volantes e meias com um bom entendimento do jogo, atacantes com um bom poder de finalização e posicionamento. Essa não é nossa carência. Sem contar que se faltar alguma peça dessa , em nosso solo , os grandes clubes têm condições (financeiras) de procurar pela América do Sul.
Creio que tudo o que foi dito aqui , já deve ter sido discutido em convenções da CBF , com vários técnicos do nosso cenário. Desinformação , não é o motivo desses movimentos serem tão raros por aqui. Colocar em prática , não é tão simples quanto colocar em palavras. Mas urgentemente , precisamos colocar mais em prática isso por aqui.
Que venha 2022.
Continue reading
0 Ping
Reply
Make a comment

By Ricardo Ricchini

Last update 6 hours ago3 Min.

Chegou a época de participar de eventos de final de ano que se confundem um pouquinho com trabalho. É networking e eu adoro!
Não tenha receio de participar seguindo protocolos de segurança. E comece desde já a preparar o terreno para muitos negócios em 2022.
Se a festa envolver networking, não só é permitido, como incentivado que você tenha um pitch na ponta da língua.
Mas não um discurso de vendas (por favor). Não queira ser conhecido como a pessoa que só pensa no dinheiro dos outros. Mas não se acanhe.
Este é o problema. Já aconteceu comigo! Com a preocupação em não ser um mala, eu desviava de todas as conversas de negócios porque não tinha me preparado.
Não só perdemos oportunidades quando fazemos isso, como também nos sentimos mal e nos mostramos frágeis para quem está querendo saber mais de nós, fazer parcerias e negócios.
Então seguem 4 passos simples, portanto fáceis de lembrar, para você usar nas festas de fim de ano:
1. Faça uma apresentação invertida!
- Olá, você é o…
Você tem que saber com quem quer ou vai conversar. Improviso e aleatoriedade estão fora da vida do EUpresário de sucesso. Se não souber o nome da pessoa, pode trocar por “Você trabalha com (a pessoa que você conhece)” ou “É você que é especialista em (ramo de atuação)”Isso vai fazer com que a pessoa seja muito mais receptiva e também pergunte sobre você, abrindo espaço para uma apresentação "autorizada".
2. Faça um resumo do “eu ajudo”
- Eu ajudo (facilito, oriento) as empresas a…
Aqui você foca na solução para essa pessoa (e a empresa dele). Ou seja, o mesmo serviço pode “curar dores” diferentes em mercados diferentes, mas o que importa é você ser relevante com quem estiver conversando.
3. Não tenha receio de deixar claro o que você quer
- Admiro sua empresa porque tem expertise em… Mas eu acredito que posso…
Lembre-se! Se estiver em um evento corporativo e a conversa estiver fluindo, você tem o direito de mostrar como você é útil e necessário, desde que seja breve e sucinto (menos é mais).
4. Estimule uma ação!
Mas olha, isso não é para hoje. Vamos conversar no início do ano, quando você vai estar mais focado na empresa e nos resultados de 2022?
Em meus treinamentos, sempre deixo claro como é importante finalizar reuniões gerando compromissos, mas estamos em uma festa e você não precisa abrir a agenda no celular, né?
Apenas anote mentalmente (ou no guardanapo) a abertura que foi dada para a próxima conversa, que já estará bem encaminhada.
Com interesse genuíno pelas pessoas, é natural que as conversas acabem convergindo para a maneira que você pode ajudá-las, mas sem pressão! Celebre e se divirta antes de tudo!
Continue reading
0 Ping
Reply
Make a comment
Seria apenas mais uma quinta-feira de Premier League para as pessoas normais, mas não para Cristiano Ronaldo que buscava seu gol de número 800 em jogos oficiais (clube e seleção) na carreira. O jogo era "apenas" um clássico contra o Arsenal, time do Norte de Londres e muita coisa estava em jogo já que valia para o Manchester United não se desgarrar do bloco da frente e para o Arsenal valia conquistar a sua vaga no G4.
Graças ao gols portugueses de Bruno Fernandes e Cristiano Ronaldo (800 e 801), o United quebrou um tabu de seis jogos sem vitória sobre o Arsenal na Premier League e venceu a partida por 3 a 2.
Mas não estamos aqui para fazer um pós jogo e sim comentar a respeito dessa incrível marca alcançada por CR7 na data de 02/12/2021, marca que o tornou o segundo jogador da história a ultrapassar 800 gols em partidas oficiais isso apenas 1 ano após deixar a Juventus (Time da Itália) já que quando deixou a A Velha Senhora (em Italiano La Vecchia Signora) tinha 750 gols na carreira, isso com 36 anos, ficando atrás apenas de Josef Bican (Conhecido como Pepi, jogador Austríaco/Checo) com 805 gols oficiais segundo a FIFA.
Cristiano Ronaldo começou a sua carreira profissional em 2001 até 2003 jogando pelo Sporting (Time de Portugal) passou por Manchester United (Time da Inglaterra) entre 2003-2009, posteriormente se juntaria ao Real Madrid (Time Espanhol) entre 2009-2018 time no qual teve sua melhor fase na carreira onde se tornou um jogador objetivo e letal contra os seus adversários marcando 450 gols em 438 com uma incrível média de mais de um gol por jogo, fechando seu ciclo no Real Madri já que conquistou todos os títulos coletivos por mais de uma vez, resolve se juntar a Juventus onde não atuou por muito tempo ficando apenas entre 2018-2021.
Em 2021, Cristiano Ronaldo agora com 36 anos favorecido pelo seu profissionalismo e por sua sede de vitória e também em ser sempre o "milior" tem o seu destino traçado e retorna ao Manchester United para continuar correndo atrás de várias marcas embora já seja o maior artilheiro de uma seleção nacional (109 gols), o maior artilheiro da Liga dos Campeões (134 gols), o maior artilheiro da Eurocopa (14 gols), o maior artilheiro do Real Madrid (450 gols) e detentor de 5 bolas de ouro ficando apenas atrás de Messi (7 bolas de ouro). Para Cristiano Ronaldo falta apenas a Copa do Mundo... Mas o Catar é logo ali, claro se Portugal sobreviver a repescagem das Eliminatórias da Copa.
Perto dos 40 anos, por quando tempo será que Cristiano Ronaldo conseguirá jogar em alto nível e quem sabe buscar o MILÉSIMO gol da sua carreira? Estamos vendo mais um capítulo da história sendo escrita e temos apenas que agradecer por estarmos vivenciando essa máquina humana, ou melhor, o "Robozão".
Continue reading
0 Ping
Reply
Make a comment

By Constantino

Last update 10 hours ago11 Min.

Ômicron

O mundo entrou em pânico novamente. A variante africana chamada Ômicron - pularam o nu para não confundir ou "new" (novo) e o xi para não melindrar o "chefinho" - se espalha e causa medo. Fronteiras são fechadas. Infectados ficam isolados. Especialistas fazem alertas. Os mercados despencam.
Mas provavelmente os investidores temem mais as autoridades do que o próprio vírus. Explico. Vivemos num mundo em que o medo se espalha muito rápido e muita gente olha para os governos como salvação. O que essas autoridades decidirem - para nos proteger, supostamente - terá apoio grande daqueles que esperam que "algo seja feito".
Esse mindset produz hiperatividade estatal, tudo em nome da ciência. Fecha fronteira, proíbe circulação, exige máscara, passaporte vacinal e tudo voltará ao normal - em mil dias! A crença mais comovente dos verdadeiros "negacionistas" é a de que tecnocratas e políticos podem impedir o contágio do vírus. Até aqui falharam miseravelmente, mas quem liga?
Eis o que não consigo compreender, ao menos não pela ótica da ciência ou da política pública: por que todos estão tão obcecados com a transmissibilidade da nova cepa em vez de focar somente na letalidade? Ora, mesmo como leigo eu sei que o contato com o vírus - em qualquer de suas variantes - será basicamente inevitável. Em algum momento quase todos serão contaminados! O que realmente importa é a taxa de mortalidade.
Diga-me: como foi a tentativa até aqui de evitar a disseminação da variante delta? O mais estranho é essa obsessão com a transmissibilidade vir justamente dos que mais defendem a vacina, e que chegaram a vendê-la como uma panaceia. Ora, se já sabemos que as vacinas não impedem o contágio ou a disseminação, então não é muito mais relevante olhar para hospitalização e óbito? Sim, o número de casos explodiu, mas felizmente o número de mortes não aumentou na mesma proporção. E isso pode ser exatamente graças às vacinas!
Vejo as medidas draconianas de fechar fronteiras e cancelar eventos como inócuas na melhor das hipóteses, e perigosas na mais provável, não do ponto de vista de saúde pública, mas das liberdades e também da economia - que, já sabemos, importa e muito para salvar vidas. Fica a sensação de que muita gente gostou mesmo dessa coisa de controle social, de ditar nossos passos em cada detalhe. Inúmeras incertezas sobre a nova variante, especialistas locais acalmando o mundo ao afirmar que a letalidade não é elevada, mas ainda assim há pressão para o "fazer algo", como se esses políticos pudessem mesmo nos proteger do vírus. É muita fé na burocracia...

Mendonça no STF

Depois de meses de sabotagem de Alcolumbre, finalmente André Mendonça é sabatinado pelo Senado, lembrando que é do presidente a prerrogativa de indicar o ministro do Supremo, e do Senado o dever da sabatina, levando em conta basicamente os dois quesitos importantes: notório saber jurídico e reputação ilibada. Ao contrário de alguns ministros indicados pela quadrilha petista e "sabatinados" por um Congresso sob mensalão, Mendonça preenche os quesitos.
Mas o que está "pegando" é o fato de o indicado ser "terrivelmente evangélico", além de defender medidas mais duras contra o crime. A Gazeta do Povo compilou a posição de Mendonça em oito temas sensíveis na sabatina. Eis o que ele disse em defesa à prisão em segunda instância, por exemplo:
“Quem defende o direito individual das vítimas? Quem defende o direito de ir e vir das vítimas, o direito à vida das vítimas, o direito de sair do trabalho e voltar com segurança no transporte público, saber que seu filho foi com segurança para escola? Quem defende as viúvas e órfãos?”
Adotar o ponto de vista das verdadeiras vítimas é algo raro em Brasília, já que muitos preferem transformar em vítimas os bandidos. Mendonça, porém, tem suavizado o tom de olho na aprovação, percebendo a inclinação de muitos senadores contra a Lava Jato.
Nos últimos meses, para vencer a resistência dos senadores, André Mendonça tem externado críticas pontuais à operação em encontros reservados. Já disse, por exemplo, que será no STF um “garantista”, nome que se dá a quem defende ao máximo o direito de defesa dos réus. “Qual o equívoco que nós podemos cometer? É achar que a Operação Lava Jato vai representar, por si só, uma mudança da realidade brasileira na questão da corrupção”, afirmou.
Mendonça já defendeu o inquérito das Fake News, ou "inquérito do fim do mundo", mas vem adotando postura mais crítica desde então. “Defendo que todas as investigações sejam submetidas às regras do Estado Democrático de Direito, sem que sejam violados pilares fundamentais e irrenunciáveis da democracia”, disse. Durante a sabatina, Mendonça subiu o tom: "Reafirmo que a preservação dos direitos e garantias fundamentais se revelam ainda mais indispensáveis pelos membros do Poder Judiciário, em especial pelos ministros da Suprema Corte do país. Juiz não é acusador, e acusador não é juiz, bem como não se deve fazer pré-julgamentos", afirmou.
Num dos temas mais relevantes para bolsonaristas, Mendonça parece adotar postura mais firme: “A proposta política do presidente sempre trouxe essa bandeira como concepção de Estado, a necessidade do cidadão de ter acesso ao armamento. Apenas como registro histórico, na Constituição dos Estados Unidos, este é um dos direitos fundamentais do cidadão, o de ter o próprio armamento e defesa pessoal no âmbito daquele país”, disse.
Por fim, sobre o critério religioso, que foi fundamental para sua escolha, Mendonça disse na sabatina: "Ainda que eu seja genuinamente evangelico, entendo não haver espaço para manifestações públicas e religiosas durante sessão do Supremo Tribunal Federal". Ele prosseguiu: "Na vida, a Bíblia; no Supremo, a Constituição. Portanto, na Suprema Corte, defenderei a laicidade estatal e a liberdade religiosa de todo cidadão, inclusive dos que não professam qualquer fé", disse.
Para ser um bom ministro supremo, o ideal é justamente colocar o foco na Constituição. A Cesar o que é de Cesar. Um juiz constitucionalista precisa ser o guardião da Carta Magna, não decidir com base em seus valores pessoais. Ele não deve tentar "empurrar a história" ou focar em "justiça social". Ele não está lá para isso, para fazer ativismo, para legislar.
Em minha opinião, Bolsonaro exigiu um evangélico por dois motivos: acenar para a grande e crescente base evangélica no país; e por compreender que um cristão estará mais atento a essa guerra cultural, e atuará para impedir o ativismo dos demais. Ou seja, justamente para defender a Constituição. Espera-se que Mendonça seja, de fato, um bom nome para essa missão.

Pibinho com qualidade

O Brasil entrou em recessão técnica, quando há retração econômica por dois trimestres seguidos. O PIB, divulgado pelo IBGE, recuou 0,1% no terceiro trimestre. Com quebra de safra em várias culturas importantes devido a problemas hídricos, com a maior seca em um século, a produção agropecuária despencou 8% entre julho e setembro, na comparação com o segundo trimestre, e ajudou a deixar o PIB brasileiro no terreno negativo. Se esse importante setor tivesse ficado estagnado, o PIB teria crescido 0,1%.
O secretário de Política Econômica Adolfo Sachsida aponta para a melhor qualidade do PIB, a despeito da suave queda. Ele lembra que o crédito, que era metade direcionado no passado recente, já é quase 60% livre hoje. Ou seja, houve um ganho de sete pontos percentuais na alocação de investimentos pelo mercado, em contrapartida ao governo escolhendo os "campeões nacionais" como na era petista. E isso significa melhor alocação dos recursos, para áreas mais produtivas.
Além disso, o governo segue com o compromisso de tornar a economia brasileira mais competitiva e de mercado, apresentando reformas de marcos regulatórios, privatizações e redução de burocracia. Não há uma "bala de prata" que possa fazer algum milagre, mas sim um trabalho contínuo dedicado a essa importante missão de melhorar o ambiente institucional pensando em atrair mais investimentos privados, além da consolidação fiscal. O resultado é fraco, mas é preciso levar em conta as circunstâncias bastante atípicas e essa melhora na qualidade dos números.

Moro ataca Bolsonaro

Sergio Moro concedeu uma entrevista para a Jovem Pan de Curitiba, sob o comando de Marc Souza. O ex-juiz se posicionou mais firmemente sobre temas importantes, e dos quais ele pouco falara até aqui. Reforçou que o projeto em construção é mesmo para disputar a Presidência, defendeu o livre mercado e considerou até a privatização da Petrobras, reclamou de ser chamado de "terceira via", condenou o aborto, disse defender o direito de posse de arma com os quesitos de treinamento e psicológico atendidos, e insistiu na importância da prisão em segunda instância para combater a corrupção.
Moro voltou a acusar Bolsonaro de ter faltado com sua palavra no fortalecimento das instituições, e que passou a sabotar o que o então ministro fazia à frente do ministério. A denúncia é requentada e carece de comprovação, já que é prerrogativa do presidente indicar o diretor-geral da Polícia Federal, e que não pode se configurar ingerência indevida o simples ato de exercer esse direito. Bolsonaro pode muito bem ter achado que sua família era perseguida de forma injusta, com mecanismos como a "pescaria" - escolha do alvo e busca frenética de provas ou indícios - e que Moro fazia corpo mole quanto a isso. É a palavra de um contra a do outro, sem qualquer prova concreta de qualquer lado.
Mas o fato é que Moro deu uma guinada mais à direita em seu discurso político, talvez percebendo o estrago da associação de sua imagem a esquerdistas. Resta saber se será para valer esse discurso mais conservador em costumes, uma vez que Moro tem se aproximado de tucanos e "liberais" que claramente se mostram "progressistas" nessas áreas.

Controle social

A Alemanha decidiu nesta quinta-feira aumentar as restrições a pessoas não vacinadas contra a covid-19, para tentar conter uma quarta onda de infecções. “A situação é muito, muito complicada”, disse o futuro chanceler Olaf Scholz, após um encontro com a líder do governo em final de mandato, Angela Merkel, e com os líderes das 16 regiões do país.
“Vamos organizar atividades culturais e de lazer em toda a Alemanha, mas apenas para pessoas vacinadas ou recuperadas”, disse Merkel.  Essa regra “também será estendida ao comércio, com exceção de lojas de produtos básicos”, disse a chanceler.
Essas restrições drásticas no acesso à vida social para os não vacinados foram descritas por vários líderes políticos como um "confinamento". Os dados de hospitalização e mortes subiram no país, que tem mais de dois terços da população totalmente vacinadas. Mas a narrativa culpa basicamente os não vacinados pelos problemas.
A variante Ômicron tem assustado também, e já chegou em vários países. Em quase todos os casos, por pessoas que tinham se vacinado. Não obstante, as autoridades também estão culpando quem não se vacinou pela disseminação da nova variante, e aproveitando o medo para avançar com novas restrições e obrigatoriedade da vacina.
Qual a lógica aqui? Não parece ser sanitária. Mesmo que os especialistas estivessem convencidos de que a baixa vacinação no sul africano foi responsável pelo surgimento da variante, o que parece bem prematuro para se afirmar, já está claro que a disseminação do vírus ocorre também por vacinados. E a vacinação compulsória discutida não é na África, e sim na Europa, já quase toda vacinada. Os vacinados podem ter menor risco de morte, mas cabe ao estado impor isso a todos, ignorando as liberdades de escolha?
Leandro Ruschel comentou: “A Alemanha apresentou picos de 25 mil casos por dia e 20 mil casos por dia, nas duas ondas anteriores do vírus. O número chegou a bater em 75 mil novos casos por dia, recentemente. O número de mortes é bem menor que nas ondas anteriores, de mil para 300 por dia. O país tem uma taxa de vacinação de quase 70% da população total, ou seja, praticamente 80% da população adulta já tomou duas doses da vacina. Logo, a imunidade desenvolvida por vacinas ou infecções prévias não está impedindo novas infecções, mas diminui casos graves e mortes”.
Se esta é a conclusão, então caberia ao governo fazer uma campanha de vacinação, para persuadir o indivíduo de suas vantagens. Mas como o vacinado também espalha o vírus, não faz sentido obrigar todos a se vacinar sob o argumento de impedir o contágio das novas variantes. O que parece claro é que muitas lideranças gostaram mesmo do controle social possível pelo pânico de muitos.
As cenas chocantes que nos chegam da Austrália, com "campos de isolamento", mostram como o Ocidente parece ter perdido o juízo de vez mesmo, ou então o apreço pelas liberdades...
Continue reading
0 Ping
1 ReplyReply
Make a comment

View more replies

By Raphael Soledade

Last update 11 hours ago1 Min.

O Flamengo fez um jogo de igual para igual no primeiro tempo na partida de ontem do dia três de dezembro, o Mengão teve nove oportunidades claras contra cinco do Leão, mas em uma delas o Hugo fez uma grande defesa no canto direito em um chute do Hernanes.
Mais uma vez, o Renê foi mal, na minha opinião o Ramon. Deveria ser testado como titular. O Vitinho fez um bom jogo, por isso não entendi muito bem a substituição dele pelo Kennedy.
No segundo tempo, em uma falha grotesca do Matheuzinho, o Gustavo empatou a partida. O jogo piorou muito, mesmo assim as oportunidades continuam desiguais sendo de cinco contra duas, entretanto, o Leão ficou muito perto de reverter o resultado com o gol do Zé Wellison tendo sido tirado em cima da linha pelo David Luiz. 
Continue reading
0 Ping
Reply
Make a comment

By Erick

Last update 12 hours ago3 Min.

Em 1976, Steve Jobs, Steve Wozniak e Ronald Wayne fundaram a Apple, respectivamente cada um com 45%, 45% e 10% das participações acionárias da companhia. Jobs cuidaria da engenharia elétrica e marketing, Wozniak cuidaria da responsabilidade geral do produto e engenharia elétrica, e Wayne cuidaria da engenharia mecânica e documentação (com sua alegada experiência em "juridiquês").
Com a escolha do nome da companhia e assinatura de todas as partes no documento da sociedade, Jobs deu início aos planos de fazer empréstimos, e Wayne se acovardou. Ele lembrou do fracasso da sua antiga companhia, não estava preparado para tal aventura e não queria passar por aquilo novamente. Onze dias depois, voltou com uma "declaração de retirada": em pagamento por seus 10% da companhia, ele recebeu 800 dólares, e pouco depois mais 1500. Caso tivesse permanecido sua participação na empresa, ao final de 2010 tal participação valeria em torno de 2,6 bilhões de dólares.
Durante a entrevista, Wayne estava morando sozinho numa pequena casa em Pahrump, Nevada, onde sobrevivia com um cheque da previdência social, e diz que não se arrepende da decisão: "Os dois eram verdadeiros redemoinhos, eu conhecia meu estômago e ele não estava preparado para um passeio daqueles."
O ponto é que é extremamente conveniente falar sobre o assunto, agora que deu certo. Agora que sabemos que Wayne teria uma participação gigantesca de uma das empresas mais (ou a mais) valiosas do planeta. Agora que sabemos que MGLU3 subiu mais de 200% desde o ano passado. Agora que sabemos que o Bitcoin saltou mais de 20.000% desde 2015. E outro fator que também não estamos levando em consideração: este "pensamento" empreendedor não era tão forte back then. Dito isso, é mais conveniente ainda falar sobre isso hoje. Sem mencionar o estilo extremamente radical de Jobs: ele ia trabalhar fedendo e fazer negócios de chinelos, vivia num universo próprio e muitos enxergavam aquilo como uma bomba relógio.
O risco é proporcional à possibilidade do retorno. Um questionamento que faço a mim mesmo quando preciso tomar tais decosiões é: por quê não? qual é o pior cenário possível? o que poderia dar errado? É claro que tais questionamentos precisam ser feitos racionalmente, e não à beira da emoção, e acredito sim que Wayne tenha tomado tal decisão racionalmente.
Penso que para mim seja conveniente pensar desta maneira, pois não tenho filhos, e ninguém depende de mim. Desta forma, não sei se estou vendo o cenário com o melhor julgamento possível. Dentre quaisquer decisões, carrego comigo um lema: sempre tome conta do seu longo prazo.
Continue reading
4 Pings
Reply
Make a comment
wesramosYesterday
Imagina
Imagina só, uma inteligência artificial constatando que não há evidências suficientes que comprovem o big bang, ou alguma teoria evolutiva. Mas que as evidências apontam para um universo criado, já complexo. Por uma mente inteligente e não o acaso.
Será que seria noticiado? E como seria? rs
1 PingReply
seinspireYesterday
Qual ponto para debugar uma condição?
Classe: /SCMTMS/CL_COND_OL
Método: PROC_CONDITIONS
Observe a variável de importação lt_bokey_dokey_data retornada da chamada GET_ALL_INPUT_DATA().
PingReply
Delect_SilvioYesterday
Aqui jaz um poeta...
Eu escrevo e ponto... Como dizia Leminski, não quero te convencer...
PingReply
Daiane Knibel2 days ago
Vamos começar um movimento!
Através dos shorts eu vou explicando melhor sobre como funcionará tudo por aqui. Mas garanto que, será incrível!
Te convido a pegar uma cadeira, uma xícara de café e ficar por aqui! 
PingReply
Empreendendo+Carreira= Startups2 days ago
Antes de Elon Musk, um brasileiro já tinha apostado e produzido um carro elétrico
Conheça  a historia da Gurgel Motores e seu fundador João Gurgel! 
Nestes dois mini documentários!
Será que se Steve Jobs, Bill Gates e Musk, fossem brasileiros, eles teriam o mesmo sucesso?
1 PingReply
Katianunes282 days ago
Maternidade e crochê
Sou mãe de duas preciosidades. São dois pequenos grandes tesouros na minha vida.
Uma menina que não fez 2 anos e um menino que não fez 1 mês. E cansativo_ porém satisfatório.
Fui para maternidade e levei meu novelo de crochê, para que eu pudesse adiantar uma encomenda.
Nos meus momentos de descansos em casa, sento e faco meus pontos altos, baixos , meus bicos russos. ❤️
Faça crochê!
PingReply

New on Pingback?

Get a personalized experience at Pingback and create a free account now.
or

Suggested Channels

Loading...

Top Issues

Loading...