ADAPTAÇÃO | Vale a pena assistir Amor(es) Verdadeiro(s)? [sem spoiler]
6
0

ADAPTAÇÃO | Vale a pena assistir Amor(es) Verdadeiro(s)? [sem spoiler]

Hoje estreia nos cinemas a adaptação de Amore(s) Verdadeiro(s), mais um livro de Taylor Jenkins Reid, autora de Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, Daisy Jones and The Six e alguns outros sucessos.

Roberta Gurriti
5 min
6
0
Reprodução: Google Imagens
Reprodução: Google Imagens

Hoje estreia nos cinemas a adaptação de Amore(s) Verdadeiro(s), mais um livro de Taylor Jenkins Reid, autora de Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, Daisy Jones and The Six e alguns outros sucessos.

Essa semana eu tive o prazer de assistir a adaptação de um dos meus livros favoritos da autora e vim contar para vocês através do quadro "Vale a pena assistir?", se vale a pena mesmo assistir, (sem spoilers, hein!). Bora lá?

SINOPSE DA HISTÓRIA

Emma Blair casou com seu namorado do colegial, Jesse, quando tinha vinte anos. Juntos, eles construíram uma vida diferente das expectativas de seus pais e das pessoas de sua cidade natal, Massachusetts. Sem perder nenhuma oportunidade de viver novas aventuras, eles viajam o mundo todo, curtindo a vida ao máximo. Mas, em vez do tradicional "e viveram felizes para sempre", uma tragédia separa os dois, no dia do seu aniversário de um ano de casamento. O helicóptero com o qual Jesse sobrevoava o Pacífico desaparece e, simples assim, o amor da vida de Emma se vai para sempre. Emma volta para sua cidade natal em uma tentativa de reconstruir a vida e, depois de anos de luto, reencontra um velho amigo, Sam, que lhe mostra ser, sim, possível se apaixonar novamente. E quando os dois ficam noivos? Emma sente que a vida lhe deu uma segunda chance de ser feliz.


Pelo menos é o que parece ― até que Jesse é encontrado. Ele está vivo e tentou voltar para casa, para Emma, todos esses anos que passou desaparecido. Agora, com um marido e um noivo, Emma precisa descobrir quem ela é e o que quer, enquanto tenta proteger todos que ama
Emma sabe que precisa escutar seu coração, ela só não tem certeza se sabe o que ele está querendo dizer.

A ADAPTAÇÃO

O filme intercala passado e presente e vai mostrando ao telespectador um pouco da história de Emma. Um pouco sobre como ela conheceu Jesse e Sam na adolescência e em seguida somos levados ao presente, para suas vidas adultas.

A adaptação conta com momentos super cômicos, mas o que mais me pegou foi o drama! Ele te pega desprevenido e quando se menos espera, você está chorando. Adorei a forma como os momentos dramáticos e engraçados se misturam. Nada exagerado, tudo na medida certa para que funcione e leve o telespectador a sentir vários sentimentos ao mesmo tempo.

Porém, eu gostaria que tivessem ido um pouco mais devagar para contar uma história que é linda, trágica e complexa ao mesmo tempo. Obviamente não dá para resumir um livro de quase 300 páginas em 1h40, mas, ainda assim, tenho a impressão que algumas coisas poderiam ter tido um… momento mais focado em apresentar (principalmente para quem não leu) certas situações. Eu senti, por exemplo, que o filme pesa mais para o lado de um dos meninos.

No livro, o leitor se apaixonada pelo Jesse e pelo Sam na mesma proporção, até se tornar quase impossível escolher com quem queremos que a Emma fique. No filme, senti que o sentimento do telespectador é direcionado mais para um, que para o outro. Quando somos oficialmente apresentados ao outro personagem com mais detalhes, já é um pouco tarde para sentir o mesmo em relação ao que já conhecemos mais afundo. Isso pode acontecer pelo tipo de montagem do filme ou roteiro. Talvez, se de cara fôssemos apresentados aos dois, talvez os sentíssemos a mesma coisa de quando estávamos lendo. Mas, essa foi a minha impressão! Você pode se sentir totalmente diferente.

PERSONAGENS

Phillipa Soo como Emma, Simu Liu como Sam e Luke Bracey como Jesse são uma composição perfeita. Eles trazem toda a essência dos personagens que conhecemos no livro e dão um show de química. É doloroso e difícil ver Emma escolher, apesar dos pontos sobre a história favorecer mais um que o outro [na minha opinião], ainda temos chance de nos apaixonar pelos dois. Durante o filme você verá que os atores são perfeitos para os seus papéis. Até agora me pergunto como nunca percebi que o Cooper Van Grootel (Jesse jovem) e o Luke Bracey (Jesse adulto) são extremamente parecidos.

VEREDITO

Deixando de lado as questões levantadas no tópico anterior, preciso dizer o quanto fiquei encantada, chorosa e com o coração quentinho depois de assistir essa adaptação. É como um bom filme romântico que passa na sessão da tarde e você sente vontade de não ir para a escola, trabalho, faculdade… só pra assisti-lo!

A vibe te prende do início ao fim e mesmo para os leitores veteranos que já sabem o fim da história, o filme ainda tem o poder de te prender até o final para saber qual será a escolha de Emma. Se você gosta de séries como Virgin River e Doces Magnólias, essa adaptação é definitivamente para você!

VALE A PENA ASSISTIR?

Sim! Vale muuuito a pena assistir essa adaptação! Quero assistir novamente e poder ter a chance de prestigiar mais uma adaptação incrível dos livros de Taylor Jenkins Reid.