VALE A PENA ASSISTIR O LIVE ACTION DE A PEQUENA SEREIA? [CRÍTICA SEM SPOILERS]
0
0

VALE A PENA ASSISTIR O LIVE ACTION DE A PEQUENA SEREIA? [CRÍTICA SEM SPOILERS]

Roberta Gurriti
4 min
0
0
Imagem: Google Imagens
Imagem: Google Imagens

A Pequena Sereia para mim — e talvez para muitas mulheres pretas — é o live action que não se acredita ser real até finalmente assisti-lo. Ver uma mulher preta interpretando uma das princesas mais famosas da Disney me trás um sentimento inexplicável. É perceber que finalmente o nosso momento de olhar para as telas e nos identificarmos com a cor de pele, com os traços, com o cabelo da protagonista, chegou e está acontecendo cada vez mais. É lindo!

HALLE BAILEY - A NOSSA VERDADEIRA ARIEL

Halle Bailey é extremamente talentosa atuando, cantando, e, essa deveria ser a única preocupação dessas pessoas que se incomodaram com a mudança de etnia de um ser que nem existe. Halle consegue transmitir toda a essência, inocência e bravura da Ariel dos desenhos. Em todos os momentos em que cantava, automaticamente eu me arrepiava. A sua voz, a sua interpretação transmitindo tudo e todos os sentimentos que a música quer dizer é de impressionar. Não que eu estivesse surpresa, afinal, estamos falando de Halle Bailey.

Sua interpretação me deixou tão imersa e focada na história que nem vi as duas horas passarem. Na verdade, tudo que eu queria era que o filme não acabasse. E, mesmo sabendo toda a história de cor, ainda torci para Ariel e Eric ficassem juntos no final, para que Úrsula não conseguisse ir adiante com o seu plano e que Ariel recuperasse logo a sua voz.

PRÍNCIPE ERIC

Jonah Hauer-King com certeza interpretou com maestria o seu papel e entregou tudo na química com a Halle. Em algumas cenas os dois estavam tão apaixonados que enquanto eu assistia, senti como se estivesse atrapalhando o momento deles, hahaha.

Foi lindo ver mais sobre a história do Eric, o aprofundamento no personagem nos faz ter ainda mais simpatia por ele e torcer para que ele também consiga realizar os seus sonhos e ter o seu final feliz. Jonah e Halle foram os maiores acertos que a Disney poderia fazer!

COADJUVANTES E A AMBIENTAÇÃO

Todos os coadjuvantes do filme desempenham muito bem o seu papel. Os animais mais famosos das animações como o Sebastião, Sabidão e o Linguado roubam a cena diversas vezes! É impossível imaginar esse filme sem eles. O alívio cômico e toda a ajuda para a protagonista alcançar seu objetivo fica por conta deles e não dá para imaginar outra narrativa se não com eles. 

O CGI do filme foi o mais difícil de adaptar mas, para mim, foi apenas no início. Se esperei algo nível Avatar? Sim! Mas, a Disney soube esconder bastante certas cenas que precisavam do máximo de edição possível. Acho que poderiam ter feito algo melhor, mas pelo menos não atrapalhou a história e por isso, damos um desconto! Ainda assim, a ambientação debaixo do mar e todo o colorido me encantaram muito, mas foram as as cenas na superfície que me arrebataram. Toda a paisagem, a música, o povo do reino… E o quanto Ariel se adaptou naquele novo mundo nos faz perceber que o lugar que ela tanto canta e sonha em estar, realmente foi feito para ela. 

MAIS DIVERSO E MADURO

Todos os personagens nessa adaptação estão com objetivos mais maduros. As filhas do Tritão, que mesmo pela mínima participação, estão ali para discutir o que está acontecendo nos sete mares e não para apresentar um musical. O Príncipe Eric que quer viajar, explorar novas terras e, nesse meio tempo, encontra o amor. 

Eric e Ariel se apaixonam pelo tempo de qualidade que têm juntos e isso é muito expressivo no filme. São as minhas cenas favoritas. O Tritão impede as filhas de ir à superfície por um trauma do passado e todas as coisas importantes da animação vão ganhando um ar mais maduro e moderno no live action. A etnia das filhas de Tritão e do povo da Ilha em que Eric vive mostra que o cuidado não foi apenas com a protagonista, mas com todo o elenco.


Com as alterações necessárias, um elenco de peso, uma trilha sonora divina e uma ambientação a altura, o live action de A Pequena Sereia é, com certeza, um dos melhores Live Actions feito pela Disney até agora! 

Se vale a pena assistir? Preciso mesmo dizer depois de todo esse texto? hahaha.

A Pequena Sereia estreia essa semana, no dia 25 de Maio! Não perca a chance de assistir essa obra de arte no telão do cinema.