Loading...Loading...
1

[Apresentação] O que você vai encontrar nesse canal - pt. 2

By Felipe Maia

Last update 6 days ago3 Min.

Depois de algumas boas experiências no mundo real do ambientalismo, aprendi um bocado de coisas que me fizeram questionar clichês ambientais. Aqui, é importantíssimo fazer uma ressalva - talvez a mais importante do canal. Se você se interessar no conteúdo, nunca se esqueça disso : não tenho pretensão alguma de ser o dono da verdade.
Tudo o que será exposto aqui é a minha opinião, nada mais que isso. Se eu conseguir muito, quero que seja um convite forte para analisar problemas comuns de uma perspectiva diferente, para iniciar discussões por outras vias. Isso é importante porque, na minha percepção (depois quero saber da sua), tentamos resolver problemas ambientais atacando fatores que não os causam. É claro que nunca será eficiente.
Tome o problema de resíduos sólidos (lixo) como exemplo. É bastante provável que você conheça alguns problemas originados/potencializados a partir da má gestão do lixo, certo? Contaminação de água, ar, solo, doenças, problemas sociais, enchentes, etc, etc etc... É bastante provável, também, que você responsabilize boa parte do problema a uma falta de consciência da população - seja na hora de comprar produtos ou na hora de descartar; ou os dois.
Partindo disso, se imagine na posição de propor uma medida para a gestão dos resíduos em uma cidade. O que você faria? Tenho quase certeza que uma boa parte da sua solução tenha a ver com uma (re)educação ambiental. Medidas como mutirões de limpeza, palestras para pais e alunos em escolas, eventos em praças públicas, visita porta a porta para instruir a população, são bem comuns para tentar mitigar os problemas do lixo.
Bem, minha opinião é que tentar resolver problemas relacionados aos resíduos domésticos, como a existência (!) e lotação (!!) de lixões e tentativas frustradas (!!!) de acabar com eles através da "reeducação ambiental" é bastante ineficiente. Primeiro porque não vejo as pessoas no geral como má educadas ambientalmente - é claro que existem exceções, mas é assim que vejo, apenas exceções. Segundo que não acredito em uma pequena parcela de pessoas arquitetando o que uma massa enorme deve ou não fazer - ex.: esse resíduo você deve levar pra lá, aquele outro pra cá, é assim que você separa o lixo, você deve prezar por embalagens assim, compre produtos assados (ops), você vai pagar R$X pela coleta... E terceiro, mas não menos importante, a realidade mostra que apesar de incansáveis discussões e propostas nessa linha, pouco resultado foi alcançado.
Vamos à conclusão: criei o canal para buscar três objetivos:
  • Escrever é uma forma de organização de pensamento. Como eu disse antes, não tenho pretensão de ser o dono da verdade e sei que meu entendimento não alcança a complexidade da realidade. Mas isso faz parte de um esforço para melhorar minha capacidade de raciocínio a respeito das questões que serão tratadas aqui;
  • Meio para me aproximar de boas pessoas e iniciar/participar de discussões relevantes;
  • Expor meu ponto de vista e ser uma porta aberta para quem quiser compartilhar críticas a mim e/ou contexto ambiental.
Enfim, estamos apresentados. A partir de agora os textos terão um caráter diferente, onde além de opinião, teremos dados! Vai ser um desafio enorme, mas vamos tentar matar a cobra e mostrar o pau!
Te convido a se inscrever e me acompanhar no LinkedIn e Instagram!! Caso interesse, interaja! Me manda uma mensagem, vamos trocar ideias :) E claro, se quiser apoiar, sinta-se mais que convidado!