Daily Muffin 🧁
Daily Muffin 🧁
O investidor enlouqueceu?!
23
0

O investidor enlouqueceu?!

#121 TL;DR: $350 milhões da a16z de presente para a Flow do Adam tá vivo Neumann, Vinil old but gold, O Cringeverso da Meta, Casa do Dragão contra Os Anéis de Poder em mais uma batalha dos streamings, E Mercado crypto sem forças pra reagir a maré ve

Daily Muffin 🧁
10 min
23
0

#121 TL;DR: $350 milhões da a16z de presente para a Flow do Adam tá vivo Neumann, Vinil old but gold, O Cringeverso da Meta, Casa do Dragão contra Os Anéis de Poder em mais uma batalha dos streamings, E Mercado crypto sem forças pra reagir a maré vermelha, Tem mais sim e não é só porque é sexta!

🥠 Biscoitinho da Sorte

“Sempre parece impossível até que seja feito.” - Nelson Mandela

Email image

👉Compartilhe o Daily Muffin e ganhe recompensas exclusivas!

☕ The Pingado:  quem é a gente na fila do pão, mas $350 milhões, a16z?

Reprodução: Facebook WeWork
Reprodução: Facebook WeWork

Em ritmo de festa — daquelas com sexo, drogas e rock and roll —, a WeWork conseguiu criar um empreendimento imobiliário com mais de 10.000 empregados e presença em 29 países. Até que um belo dia, os bilhões de investimento pararam de chegar, e a festa teve que parar.

Na verdade, o carismático e tresloucado fundador e CEO da empresa, Adam Neumann, descreveria a WeWork de uma forma bem mais "colorida" do que o que acabamos de fazer.

Para começo de conversa, a missão da empresa era elevar a consciência mundial. O tempo era medido em WeWork years e o EBTIDA não poderia ser apenas o cálculo frio usado pelo mercado financeiro, para eles o que contava era um tal de community adjusted EBTIDA.

De repente, o temperamental Sr. Mercado chegou à conclusão que o imperador Adam Neumann estava nu (com intenção de trocadilho, mas só para as festas da empresa). O valuation de $47B foi trocado por rumores de falência. Um novo CEO foi indicado para o cargo e os planos de IPO foram adiados e posteriormente cancelados.

Depois de algum tempo, Neumann surpreende o mercado ao voltar ao mercado com uma startup que tinha uma mistureba de comércio de créditos de carbono com uso de tecnologias da Web3. Mantendo a tradição de colocar um toque que chega a ser até mesmo exotérico em seus negócios, o token a ser negociado levava o nome de Goddess Nature Token.

O mais impressionante é que esse novo negócio conseguiu levantar $70 milhões com um grupo de investidores liderados pela Andreessen Horowitz. O menos impressionante é que, poucos meses depois de ter sido anunciado, o projeto já foi interrompido.

Tá bom? Não, essa história está longe de chegar a um fim.

Essa semana, a a16z anunciou ter feito o maior investimento da sua história. Adivinha? Um cheque de nada menos de $350 milhões está sendo colocado na Flow, o mais novo empreendimento do incansável Sr. Supernova.

Reprodução: Flow Carbon
Reprodução: Flow Carbon

A gente fica se coçando para dizer que esse investidores estão ficando doidos, mas em se tratando de um dos maiores e melhores fundos de investimento do mundo, acho que é prudente analisarmos a situação com um pouco mais de calma.

Até onde foi possível entender o projeto com as pouquíssimas informações disponíveis, proposta da Flow se parece com o que havia sido pensado para a WeLive, um projeto residencial que também havia sido lançado pela WeWork.

A Flow já comprou 3.000 residências em diferentes cidades americanas e — além do papo esotérico e comunitário de sempre — se apresenta como uma solução para crise de moradia que efetivamente existe nos EUA.

A proposta deles para solução desse problema aparentemente passaria por um modelo que é um híbrido de aluguel com aquisição. Boring? Até que seria se eles não estivessem falando também em lançar uma carteira digital e um programa de recompensas baseados em tokens.

Agora ficou mais interessante, né? Talvez sim, mas o fato é que logo depois da notícia acima ter sido publicada na Forbes, eles tiraram do ar a página de contrações com anúncio de vagas para engenheiros de Web3 que iriam redefinir a experiência dos locatários com o uso de novas tecnologias.

A impressão que dá é que nós não sabemos muito bem o que eles vão fazer — e nem eles. Tecnologia é muito bom, mas é difícil ver como que esse problema de moradia poderia ser efetivamente resolvido sem alteração nos parâmetros básicos da economia de oferta e demanda.

No final da contas, a Web3 consiste basicamente em um registro imutável distribuído. Podemos pensar diferentes inovações com base nessa tecnologia, mas fica difícil ver como é que algo desse tipo seria a base para o problema de moradia. Cá entre nós, não faz mais sentido pensar em tecnologia para construção mais rápida e barata ou coisas desse tipo?

Marc Andreessen — alguém que, novamente, não pode ter a inteligência subestimada — já declarou que ele busca, acima de tudo, personalidades extremas. De fato, ninguém poderia negar que Neumann se enquadra com louvor neste critério que para ele parece ser tão importante.

Reprodução: Financial Time
Reprodução: Financial Time

Exageros à parte, vale notar que esse investimento vai ao encontro de uma tendência forte que surgiu em Wall Street — lá do outro lado dos EUA. A Blackstone, por exemplo, está investindo $6 bilhões na compra de residências, um tipo de investimento que até outro dia não era comum entre os grandes fundos.

Para que um investimento seja realmente lucrativo, é preciso que ele fuja do consenso. O problema é que essa fuga do consenso pode ter ares de loucura — ou pode vir a se provar efetivamente como uma loucura em algum momento do futuro.

Neumann parece ter tanto as melhores qualidades quanto os piores defeitos para ser o protagonista dessa tão necessária transformação do mercado imobiliário. Difícil apostar no sucesso dessa empreitada, mas fica difícil também pensar em outra pessoa que poderia ser colocado na posição dele para esta missão.

Email image

👉Compartilhe o Daily Muffin e ganhe recompensas exclusivas!

👨🏻‍🍳 Saindo do Forno: antigo e duradouro sucesso

Reprodução: Warner Bros - Um Sonho de Liberdade
Reprodução: Warner Bros - Um Sonho de Liberdade

Vocês conhecem os discos de vinil, né? Se você nasceu neste milênio é bem provável que só tenha visto alguma vitrola na casa dos seus avós. Isso serve também para fita cassete, CD, etc. Existem admiradores nostálgicos do disco de vinil e ainda podemos encontrar vários fãs do ritual de colocar o disco em uma vitrola e escutar suas músicas antigas preferidas.  

Reprodução: Statista
Reprodução: Statista

Por mais que seja uma tecnologia antiga, o disco de vinil é a mídia mais duradoura e resistente quando se trata de tempo de durabilidade. Em média, o disco dura 100 anos; o CD, 30 anos; a fita de rolo de áudio e as fitas cassetes até 10 anos.

Com a tecnologia, a música vem mudando e a forma de escutá-la, também. Atualmente é difícil encontrar alguém que escute todas as músicas do mesmo álbum, mas nas décadas passadas era comum sentar e ouvir um disco ou uma fita inteira, até mais de uma vez. Mas mesmo assim, é um mercado que conta com um espaço relevante.

Nos Estados Unidos, no primeiro semestre deste ano, foram vendidos 19 milhões de discos de vinil.  Esse valor representa 53% de todas as vendas físicas de música, superando o CDs, que foi a tecnologia que teria “aposentado” os vinis. O mercado de vinis movimentou mais de US$ 1 bilhão. Mas não são só os dinossauros da música que estão neste mercado, o jovem cantor Harry Styles vendeu 183 mil cópias de discos.

Email image

👉Compartilhe o Daily Muffin e ganhe recompensas exclusivas!

😋 Outras coisas possivelmente imperdíveis

Galadriel VS Rhaenyra
Galadriel VS Rhaenyra

💍🐉 Anéis vs Dragões — Séries que terão uma grande responsabilidade de honrar suas predecessoras? Sim. Histórias baseadas em best-sellers com fãs pelo mundo inteiro? Sim. A Amazon e o HBO lançarão nos próximos dias séries que estão na lista das mais esperadas do ano. A Casa do Dragão e O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder serão lançadas nos próximos dias com grandes investimentos e expectativas.

A Casa do Dragão conta a história de Westeros antes de Game of Thrones, foi produzida pela HBO e teve um investimento de US$ 200 milhões; a estreia está marcada para o domingo 21 de agosto. Já o Os Anéis do Poder teve um orçamento gigantesco, a Amazon gastou US$ 465 milhões. As séries,  prometem dividir bem o perfil de cada público, estará disponível no Prime a partir do dia 2 de setembro.

Apesar de as séries saírem praticamente juntas, o autor dos livros de Game of Thrones, George R.R. Martin, amenizou a rivalidade e disse que deseja o sucesso de ambas as séries: “Não é uma luta mortal nem nada. Desejo-lhes sucesso. Espero que desejem nosso sucesso”.

🌍 Cringeverso — O Relâmpago Marquinhos foi motivo de zoação em sua postagem no Facebook. O Zuck colocou uma foto do seu avatar no Horizon Worlds tirando uma selfie e no fundo da imagem está uma reprodução da Torre Eiffel e do templo da Sagrada Família, em Barcelona. O antigo Facebook pulou de ponta no metaverso, até mudando o nome da empresa. Com as ações da empresa caindo e perdendo quase metade do seu valor neste ano, os acionistas estão receosos com as escolhas de Marquinhos. A empresa investiu US$ 10 bilhões no desenvolvimento do Horizon Worlds e a plataforma aparece com gráficos de videogames do início do milênio? Se fosse acionista da Meta eu também estaria preocupado.

☀️ Onda de calor — A falta de energia causada por uma forte onda de calor fechou várias fábricas na China. Como se não bastassem os recentes lockdowns causados pela pandemia, algumas empresas vêm sofrendo com a falta de insumos devido a esse fechamento. O setor mais afetado tem sido o automobilístico, em especial as fábricas de carros elétricos. O país está marcando 40º Celsius — a temperatura média mais alta dos últimos 60 anos. Grandes empresas, como a Apple, a Foxconn  e a Intel têm sofrido com o racionamento de energia que atinge essas fábricas. A cidade mais afetada é Sichuan, centro da mineração de lítio no país, utilizado como matéria-prima dos carros elétricos.

Email image

👉Compartilhe o Daily Muffin e ganhe recompensas exclusivas!

😤Crypto: mais um dia afundando

O Mercado Crypto segue no mar de sangue. O Bitcoin despencou depois de nos iludir com um pico que passava dos US$ 25.000, no último fim de semana. Mas depois da ata da última reunião do Federal Open Market Committee (FOMC) mostrar que o banco central dos EUA não vai aliviar o aperto monetário, a maré vermelha ganhou força. Oremos!

Mercado Crypto no fechamento da edição
Mercado Crypto no fechamento da edição

🟢 Sinal verde — Tá liberado o Banco central, da África do Sul, autorizou as instituições financeiras sul-africanas a atuar como um canal para fundos vinculados a provedores de serviços de criptoativos, permitindo que seus clientes recebam valores de negociações de criptoativos direto nas suas contas. A decisão foi tomada depois que alguns bancos resolveram encerrar contas vinculadas às exchanges de criptomoedas, alegando um problema de exposição ao risco. O SARB disse que "uma avaliação de risco não implica que as instituições devam evitar o risco inteiramente”.

🧁 Compartilhe o Muffin

Recompensas deliciosamente exclusivas para nossos leitores sensaciolindos ❤️‍🔥
Recompensas deliciosamente exclusivas para nossos leitores sensaciolindos ❤️‍🔥

🍰 Divida um muffin fofinho, suculento e delicioso - Seus amigos precisam descobrir como pode ser fácil e divertido ficar atualizados sobre novas tecnologias, startups, histórias de empreendedores, e aprender o que são esses tais de web3, NFT, crypto e VC â€” tudo isso com humor e leveza. ðŸ‘‰Compartilhe o Daily Muffin e ganhe recompensas exclusivas!