Loading...Loading...
49

Liberdade que temos não é muito diferente de 50 anos atrás

By Daniel

Last update at 05/15/20214 Min.

Sim! Melhoramos muito!

Certamente se tem mais de 50 anos ou se já te apresentaram música boa, você deve se lembrar de Chico Buarque de Holanda, considerado um dos maiores músicos brasileiro. Apesar de não concordar com sua posição política, tenho que confessar que suas músicas expressam muito bem seus sentimentos, e sobre o que ele acredita de visão de mundo.
Em 1974 Chico Buarque lançou um Disco chamado "Sinal Fechado", porém esse disco não era atribuído a ele, e sim um desconhecido. Isso porque apesar de hoje existir uma certa liberdade para criticar o governo ou quem quer se seja, na época era proibido. Então para driblar a censura, Chico utilizou outro nome para se expressar. Lembrando que Chico era contrário as opiniões do governo ditatorial, e já participou de várias manifestações contra a ditadura.
Apesar de todas as censuras, e ameaças sofridas por Chico. Ele jamais foi preso por se expressar, mas isso não indica que ele não corria esse perigo. Para fugir de uma possível represaria por conta do Governo Ditatorial, Chico e seus familiares se auto-exilaram na Italia, e retornando em 1970 após 14 meses.

Melhoramos mesmo?

Espero que durante a leitura da tópico acima tenha percebido alguns pontos especiais, como:
  • Chico Buarque não foi preso por se expressar, mas teve que utilizar de artimanhas para driblar da censura.
  • Governo censurava quem expressava diferente dele.
  • Chico Buarque foi auto-exilado para Italia por perseguição.
Agora que já apresentei os pontos especiais. Vamos pegar cada um deles, e discutir um pouquinho na atualidade.

Chico Buarque não foi preso por se expressar, mas teve que utilizar de artimanhas para driblar da censura.

Antes de começar a discutir sobre isso, devemos colocar dois assuntos em pauta. Um é o Instagram que é uma rede social administrada pelo Facebook, e outro é lockdown que é a pratica de "fechar" uma cidade para, no nosso cenário atual, conter o Covid-19. "Ufa que ALIVIO poder escrever isso sem tomar shadowban".
Hoje no nosso cenário atual fomos polarizados em duas torcidas rivais quase inimigas, parecido com o famoso Cruzeiro VS Atlético-MG. A torcida que é a favor do lockdown e não se sensibiliza com o as pessoas que estão perdendo seus empregos e passando fome, e a torcida que é contra o lockdown não se sensibiliza com as pessoas que estão perdendo parentes queridos, claro que tem o grupo do meio mas estamos falando de polarização.
Sabendo disso, na imagem abaixo vemos um stories do Tallis Gomes censurado, após ele expressar sua indignação com os políticos que estão fazendo lockdown, e de forma bizarra curtindo em festas clandestinas com seus salários em dia. Não estou dizendo que o Tallis não se sensibiliza com as mortes, longe disso. É apenas um exemplo de censura praticado pelo Marquinho para os íntimos, para outros só Mark Zuckerberg.
Hoje conseguimos ver a "torcida" que o Facebook escolheu, claramente é a torcida que não se sensibiliza com os desempregos. Mas assim como Chico Buarque utilizou artimanhas para driblar a censura, também é possível driblar a censura do Instagram escondendo palavras como: Cloroquina, Lockdown, Covid-19, Vacinas, e etc. Tallis não fez isso, mas se fizesse talvez não tivesse a publicação deletada. No final isso me fez pensar, qual a diferença nessa censura para a de Chico?

Governo censurava quem expressava diferente dele.

Chegou a vez de falar sobre ele, o querido Felipe Neto. Não vou entrar em detalhes, pois se vocês estão lendo esse texto provavelmente já o conhecem. 
Felipe Neto diversas vezes utilizou suas redes sociais para mostrar a indignação com o governo atual, chamando o Presidente Jair Bolsonaro diversas vezes de genocida.
Não vou entrar no mérito de discutir se concordo ou não com Felipe Neto, mas uma coisa é clara! Ele tem seu total direito de liberdade de expressão.
Portanto não foi isso que aconteceu.
Assim como Chico Buarque, Felipe Neto foi censurado e impedido de exercer sua liberdade de expressão. Hmmmmm, te fez pensar?

Chico Buarque foi auto-exilado para Italia por perseguição.

O próximo personagem da nossa lista é ele, Jean Wyllys, ex-deputado federal.
Jean foi deputado federal no Brasil por alguns anos, e sempre esteve bastante ativo em pautas LGBT. Porém após a execução de Marielle, as ameaças foram intensificadas.
Portando em 2019 optou por se exilar, assim como Chico Buarque. Que coisa, hein? Até parece que estamos na década de 60/70.

Bora concluir?

Bem, espero que eu tenha te feito refletir um pouco. E espero que você tenha percebido também que a liberdade de expressão não tem posição politica, é uma coisa BÁSICA que devemos lutar para garantir.
Hoje eu consigo perceber que o poder calam as pessoas. E se não lutamos nossa liberdade de expressão sempre estará em perigo.
Me sinto livre na PingBack para escrever sobre o que eu quiser, e isso me trás um certo conforto no coração. Sabendo que aqui eu posso expor aquilo que talvez outras redes bloqueiem.
Me siga na Pingback se quiser ver outros textos futuros.