Loading...Loading...
10

Filosofia e Treino de Força podem resolver quase todos os seus problemas

By Victor Maia

Last update Last week10 Min.

Resolvi escrever este texto após me deparar com uma coluna da BJJE (Brazilian Jiu-Jitsu Eastern Europe) entrevistando o maior treinador de jiu-jitsu da atualidade, John Danaher.
Na entrevista Danaher afirma que filosofia e treino de força ajudaram no desenvolvimento de seu jiu-jitsu. Ao finalizar a leitura refleti um pouco e pensei: "acredito que filosofia e treino de força podem ajudar a qualquer coisa na vida."
Como uma pessoa que aprendeu a buscar muitas respostas através da filosofia e que, transformei meu corpo através de treinamento de força, segue o raciocínio que desenvolvi nos últimos meses…
Desde a Antiguidade valoriza-se o trabalho intelectual e físico. 
A própria epopéia grega é uma retratação destes temas, de um lado Atenas; a cidade-estado que valorizava o desenvolvimento intelectual, retórica e desenvolvimento político e científico. De outro, Esparta; cidade-estado proeminente na arte da guerra.
Segundo a Wikipedia, Esparta era única na Grécia Antiga por conta de seu sistema social e constituição, que eram completamente focados no treinamento militar de excelência. 
Os cidadãos espartanos realizavam o agōgē, um rigoroso regime de treinamento e educação, sendo que as falanges espartanas eram amplamente consideradas entre as melhores no campo de batalha. Todo esse desenvolvimento militar e treinamento refletiam em corpos perfeitos, musculosos e desenvolvidos.
Características do intelecto e do físico foram resgatados no período Renascentista, quando artistas como Michelangelo buscavam revisitar as origens perfeitas da Antiguidade Grega. Isso foi representado por corpos em perfeita proporção.
Mas o que isso tudo tem a ver com o tema de hoje?
Trocando em miúdos, os estudos da antiguidade fazem muito sentido em serem resgatados nos dias de hoje. O que quero dizer é que se dedicar ao desenvolvimento intelectual e físico é o remédio para muitas enfermidades - mentais, psicológicas e físicas.
Em algum momento nossa sociedade abandonou a virtude do desenvolvimento conjunto do intelecto e do corpo para trocá-lo por gratificações de curto-prazo.
Mas a verdade é uma só: rolar o seu feed do Instagram não irá fazê-lo uma pessoa melhor.
Eu sei, é uma verdade inconveniente é que você provavelmente não quer aceitar.
Mas, você pode tentar de todas as formas, fazendo perguntas para gurus em suas caixinhas do stories, rolando inúmeros reels ou TikToks. Você não se tornará alguém melhor, superior, mais desenvolvido intelectualmente com essas atitudes.
No máximo se sentirá mais relaxado e após alguns momentos irá querer mais.
Mas veja bem, não estou falando que não faço algo desse tipo ou que você não deveria fazê-lo. Estou apenas falando para você saber quando e porquê fazê-lo, ou seja, ser mais intencional.
Em quase tudo que fazemos na vida precisamos ter duas habilidades básicas: a capacidade de resolver problemas e vitalidade para resolver problemas.
Enquanto a filosofia é a fonte de nossa capacidade de reflexão para resolver problemas, o treino de força é responsável por revitalizar o nosso corpo.

Filosofia para afiar a mente

Nos últimos meses venho me debruçando cada vez mais sobre a filosofia. Consegui perceber que muitas respostas que me angustiam na vida, somente seriam conseguidas se eu me empenhasse no estudo da filosofia.
Se formos buscar no Google o significado da palavra filosofia, essas serão as respostas:
1. FILOSOFIAamor pela sabedoria, experimentado apenas pelo ser humano consciente de sua própria ignorância [Segundo autores clássicos, sentido original do termo atribuído ao filósofo grego Pitágoras (sVI a.C.)]2. FILOSOFIAno platonismo, investigação da dimensão essencial e ontológica do mundo real, ultrapassando a opinião irrefletida do senso comum que se mantém cativa da realidade empírica e das aparências sensíveis.
Verbetes apresentados pelo Google na busca por filosofia.
Dessa forma, consegui encarar a filosofia como uma disciplina crucial para o meu desenvolvimento humano. 
Porquê? 
Porque está entre os melhores meios de desenvolver uma mentalidade de RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS.
Recentemente, ao ler o livro "Seja como a água: A filosofia de vida e os ensinamentos de Bruce Lee" descobri algo interessante sobre o ícone das artes marciais modernas. Bruce Lee, além de artista marcial foi um profundo estudioso da filosofia; tendo inclusive feito faculdade de filosofia nos Estados Unidos.
Tudo isso para poder construir com eficiência a sua própria filosofia de vida. Para se construir algo novo, precisamos ter um profundo conhecimento sobre o clássico, saber o caminho percorrido por quem veio antes de nós.
O caminho virtuoso é de respeito e desafio. Entendendo que, nossa evolução, é responsabilidade única e exclusiva de nós mesmos.
Independente de qual vertente da filosofia você vislumbra como mais importante, seja a escola estóica, ou a filosofia oriental - por exemplo. Há na filosofia uma constante inquietação e busca por respostas que nos faz começar a enxergar o nosso papel nos mecanismos existentes.
Por isso insisto, estude e pesquise, pense por si mesmo. Hoje vivemos uma época de pessoas rasas, que não leem e não estudam e ainda assim conseguem arrastar uma legião de pessoas para pensarem como elas.
Eu sei, pensar por si mesmo dá trabalho e muitas vezes colocará uma alvo em nossas costas, mas ainda assim será gratificante.

Treino de força para garantir o físico

Agora que você já tem uma direção de como desenvolver o seu intelecto, lendo e se questionando, vamos para o próximo passo: desenvolver o físico.
Bem, na verdade podemos inverter a ordem que (muitas vezes) dá certo!
É comum encontrarmos pessoas que fizeram o caminho de se dedicar aos cuidados do corpo, como entrar em uma dieta, começar a treinar e aos poucos começar a fazer cárdio com frequência.
A verdade é que conteúdo sobre dieta e treinos, desenvolvimento do físico e bodybuilding nunca esteve tão disponível e com tanta qualidade. Lembro do ano de 2010, quando ainda jovem recém saído da adolescência, resolvi me dedicar pela primeira vez ao desenvolvimento do meu físico, o quão difícil era ter acesso a conteúdo de qualidade.
Geralmente era só através de algumas poucas publicações, como Men`s Health ou através de amigos que eram professores de Educação Física.
A verdade é que, quando se é uma criança gordinha, você carregará para sempre esse estigma e de alguma forma isso irá afetar a sua auto-estima.
Crianças podem ser cruéis e só seremos capazes de superar esse tipo de situação se desenvolvermos nossas capacidades intelectuais e físicas. Ou seja, um dos caminhos foi o que falei acima, estudando filosofia, procurando aconselhamento profissional com terapeutas e psicólogos.Ambos sAm
O outro, bem, o outro é a "iron therapy"!
Já experimentou praticar algum esporte, como a musculação por exemplo, após um dia estressante? A capacidade de relaxamento que nos é proporcionada é incrível.
Tente sempre entrar na "zona", em busca do flow constante. Colocar uma música inspiradora, focar na execução perfeita de cada exercício e na superação constante em cada repetição. Levando o seu corpo aos limites.
Não há sensação melhor ao final!
No meu caso faço isso de duas maneiras, através do treino de força (musculação e calistenia) e do jiu-jitsu. A aposta que faço em mim mesmo ao me dedicar a essas atividades é de dualidade, envolve longo prazo e curtíssimo prazo.
A longo prazo, pois através dessas práticas eu consigo trabalhar minha mentalidade, disciplina, consistência e constância. Além claro, da melhoria estética que enxergo ao olhar no espelho atualmente, após 1 anos e 3 meses de treinos e dieta consistentes.
A curtíssimo prazo, pois funcionam como válvulas de escape/terapia. Posso ter tido um dia estressante ou ter acordado de mal-humor, não há remédio melhor do que dedicar-me a minha fortaleza. Se estou estressado, nada como uma boa sessão de treinos, nesse contexto, acredito que o jiu-jitsu é o melhor remédio possível e por isso deixo para praticar no final do dia. Se acordo mal-humorado, ir à academia e destruir no treino de força me ajuda a liberar uma boa quantidade de serotonina e melhorar o restante do dia!
Gosto de dizer que na vida as melhores práticas que podemos ter são aquelas que no fim do dia o resultado vem através do empilhamento, de hábitos e resultados.
É como os analistas financeiros falam dos juros compostos, o mesmo vale para a dedicação ao treino de força. Você começa por ele, mas para dar os melhores resultados você precisa reinvestir os dividendos. Por isso você começa a empilhar bons hábitos e passa a se dedicar ao treino, à dieta, ao cardio, ao descanso e por aí vai.

A importância de se desenvolver os dois

Se considerarmos que nosso corpo é o nosso templo e precisamos desenvolver equivalentemente a parte interna como a externa, o conjunto de desenvolvimento filosofia e treino de força nos dará essa equivalência desejada.
Eu vejo o Jiu-Jitsu como uma atividade onde o objetivo central é vencer um jogo competitivo resolvendo os problemas que seu oponente cria para você; mais rápido e melhor do que ele resolve os problemas que você cria para ele.
Como regra geral nas artes marciais, mas especialmente no Jiu-Jitsu, você não pode superar os problemas simplesmente se esforçando mais. Durante a leitura do livro do Bruce Lee isso ficou bem claro para mim.
Se você for pego em uma chave de braço, por exemplo, exercer sua força muscular com mais força não salvará seu braço. Você deve executar uma sequência de movimentos dirigidos de forma inteligente que resolvam o problema mecânico e tático em que você está…
Conhecimento, habilidade e tática são a base do sucesso; então uma mente que vê cada desafio no Jiu-Jitsu como UM PROBLEMA A SER RESOLVIDO pode ser uma coisa muito útil.
Consegue perceber o quanto isso se aproxima de um dia-a-dia numa empresa? Como já sabemos, nosso trabalho nos remunera pelo tamanho dos problemas que resolvemos. Sendo assim, a nossa lógica é conseguir resolver problemas, sejam eles mais difíceis ou em maior volume.
A outra atividade, o condicionamento físico e treinamento de força, é útil de duas maneiras. A primeira é superficial. O Jiu-Jitsu é um esporte físico. Por mais que todos nós gostemos de conhecimento e eficiência, não vamos nos enganar; força e condição física é uma coisa muito útil em esportes de combate. 
Quando dois atletas cujo nível de habilidade é semelhante se enfrentam, muitas vezes é o condicionamento físico que decide o resultado.
O valor real do treinamento de força é construir dentro de você a maior característica de todos os bons programas de coaching: a noção de PROGRESSÃO.
Todos começamos em cada trabalho, esporte ou hobby em que nos envolvemos do zero, ou seja, como neófitos – fracos e desprovidos de habilidades. Como tal, se quisermos atingir nossos objetivos, precisamos de TEMPO e PROGRESSÃO. Precisamos começar com tarefas fáceis e construir o que atualmente parece impossível, ou seja, precisamos trabalhar a melhora pelo empilhamento!
Quando um indivíduo constrói uma fé inabalável no PODER DA PROGRESSÃO para tornar as pessoas comuns capazes de ações extraordinárias...Então eu sei que eles podem um dia fazer algo grande.
Agora você deve estar pensando que falo isso por ainda ser jovem, no alto dos meus 34 anos. Mas o que eu quero deixar aqui é algo maior, sim, quero que você entenda que o seu eu do futuro é reflexo das decisões do seu eu do presente. E sem uma boa dedicação a sua saúde, você não será produtivo e provavelmente estará fadado a sofrer com doenças e mazelas que, um indivíduo que investe no intelecto e no corpo não estará.