BLOG TBC🚀
BLOG TBC🚀
Neurociência: como empresas brasileiras estão usando para melhorar suas estratégias de negócios
0
0

Neurociência: como empresas brasileiras estão usando para melhorar suas estratégias de negócios

Descubra como empresas brasileiras estão aplicando a neurociência para criar experiências mais positivas e envolventes para seus clientes, colaboradores e funcionários.

Prof. Edu Rossi
3 min
0
0

Email image

A Netflix usa a Neurociência para entender o que seus clientes querem assistir. A empresa usa dados para analisar as escolhas de seus clientes e personalizar as recomendações de conteúdo.

A Amazon usa a Neurociência para criar uma experiência de compra agradável e envolvente. A empresa usa o design de produtos, a psicologia do comportamento e a neurociência para tornar o processo de compra mais fácil e intuitivo.

A Google usa a Neurociência para melhorar a usabilidade de seus produtos. A empresa usa pesquisas neurocientíficas para entender como as pessoas usam seus produtos e como eles podem ser melhorados.

McDonald’s: A empresa usa luzes vermelhas e laranjas em seus restaurantes para estimular o apetite. Também usa música rápida e animada para criar uma sensação de energia e entusiasmo.

Nike: A empresa usa pesquisas neurocientíficas para criar solas de tênis que são mais confortáveis e que proporcionam mais estabilidade. Também usa pesquisas neurocientíficas para entender como a cor dos tênis afeta o desempenho.

Apple: A empresa usa pesquisas neurocientíficas para entender como as pessoas usam seus produtos com as mãos. Também usa pesquisas neurocientíficas para entender como a voz pode ser usada para controlar dispositivos.

Nubank: O Nubank usa pesquisas neurocientíficas para entender como as pessoas se sentem quando usam seus serviços. Por exemplo, a empresa descobriu que as pessoas se sentem mais confiantes e seguras quando podem controlar suas finanças de forma independente.

O Boticário: O Boticário usa pesquisas neurocientíficas para entender como as pessoas reagem a diferentes aromas. Por exemplo, a empresa descobriu que o aroma de rosas pode aumentar a sensação de bem-estar.

Magazine Luiza: O Magazine Luiza usa pesquisas neurocientíficas para entender como as pessoas se sentem em diferentes ambientes de compras. Por exemplo, a empresa descobriu que as pessoas se sentem mais confiantes e seguras quando estão em ambientes organizados e limpos.

iFood: O iFood usa pesquisas neurocientíficas para entender como as pessoas se sentem quando recebem uma notificação de que sua comida está chegando. Por exemplo, a empresa descobriu que as pessoas se sentem mais ansiosas e impacientes quando a notificação é atrasada.

Gympass: O Gympass usa pesquisas neurocientíficas para entender como as pessoas se sentem quando estão em uma academia. Por exemplo, a empresa descobriu que as pessoas se sentem mais motivadas e inspiradas quando estão em ambientes que são esteticamente agradáveis.

Essas são apenas algumas formas práticas de aplicar conhecimentos de Neuociencia para melhorar suas estratégias de negócios. À medida que o conhecimento sobre o funcionamento do cérebro continua a se desenvolver, é provável que veremos ainda mais empresas brasileiras usando a Neurociência para criar experiências mais positivas e envolventes para seus clientes, colaboradores e funcionários.

E você já sabe o que fazer para melhorar seus resultados? Se a resposta for um “não” ou um “mais ou menos”, então você de ajuda de um especialista no assunto. Conte comigo @prof.edurossi para ajuda-lo(a) a potencializar resultados! Entre em contato o mais rápido possível.