ūüü£ Cont√©m 4 coisas que voc√™ n√£o sabe sobre o ChatGPT
0
4

ūüü£ Cont√©m 4 coisas que voc√™ n√£o sabe sobre o ChatGPT

N√£o foi ao South Summit? Reunimos alguns dos principais temas discutidos durante o evento. Mais: coisas que n√£o te contaram sobre o ChatGPT.

1248
6 min
0
4
Email image

Edição 48

Enviado em 31 de março de 2023

N√£o foi ao South Summit? Reunimos alguns dos principais temas discutidos durante os dois primeiros dias de evento.

Mais: 4 coisas que n√£o te contaram sobre o ChatGPT.

#SouthSummit

O que bombou no South Summit Brazil 2023?

Email image

Para quem não conseguiu comparecer ao South Summit (e até para aqueles que conseguiram), reunimos os principais temas discutidos nos primeiros dois dias de evento.

Claro que boa parte das palestras giraram em torno da redução dos investimentos mundo afora e como as startups podem manter o ritmo de crescimento e continuar captando recursos, mesmo em meio à maré baixa.

Para João Kepler, fundador da Bossanova, a ressaca do setor ameaça as empresas iniciantes. Pelo contrário: ela tem servido para comprovar modelos de negócios resilientes e, na ponta, favorecido o crescimento das novatas.

Elas já nasceram cuidando do caixa, queimando pouco dinheiro e com uma governança estruturada, o que fez toda a diferença para que não afundassem.

Em uma linha parecida seguiu André Esteves, chairman do BTG Pactual. Segundo ele, apesar de o cenário instável encarecer o capital mundo afora, a instabilidade não deve alterar o rumo da inovação e as oportunidades para empreendedores, ainda mais no Brasil.

Isso porque a falta de v√≠nculo com temas geopol√≠ticos, o ambiente favor√°vel a neg√≥cios com m√ļltiplas regi√Ķes e a matriz energ√©tica limpa colocam o nosso pa√≠s numa posi√ß√£o privilegiada.

Esteves tamb√©m destacou que a corre√ß√£o dos pre√ßos n√£o deve impactar a inova√ß√£o no mundo, e citou a Tesla como exemplo. Ela seguir√° sendo uma hist√≥ria excelente de inova√ß√£o, valendo 3 trilh√Ķes de d√≥lares ou 200 bilh√Ķes.

Falando em valuation. Em sua palestra, Jeff Clavier, da Uncork Capital, detalhou as estrat√©gias da companhia para manter a tese dedicada apenas ao est√°gio inicial (ou seja, aos cheques menores), em tempos de m√ļltiplos inflados.

Para ele, valuations em alta pode ser um risco ou uma oportunidade para os fundos de est√°gio inicial, dependendo de como elas v√£o acompanhar o √Ęnimo de investidores com apetite agressivo (e maiores quantias) nas rodadas de capta√ß√£o.

Não é sobre seguir o fluxo. Segundo ele, a solução é manter a disciplina e a fidelidade à tese inicial e aprender a ser flexível com os valuations. "Quando há um conjunto de coisas positivas, como bons fundadores, uma boa ideia e um bom momento de mercado, o investimento se justifica".

Acabou a festa das fintechs. Parece que elas est√£o com os √Ęnimos contidos ao serem diretamente impactadas pela menor disposi√ß√£o de investidores em injetar recursos em abund√Ęncia nas startups.

"Uma esp√©cie de ressaca ap√≥s o per√≠odo de bonan√ßa" disse Sergio Furio, CEO da Creditas, que compartilhou a experi√™ncia de estar √† frente de uma empresa com valuation bilion√°rio e que foi beneficiada pela digitaliza√ß√£o e ado√ß√£o em massa de solu√ß√Ķes financeiros digitais pela popula√ß√£o.

Para lidar com esse novo momento do mercado, que demanda opera√ß√Ķes mais enxutas, o uso de recursos como intelig√™ncia artificial, segundo Furio, pode ajudar.

"Muitas tarefas em serviços para clientes, como interpretar contratos, vão desaparecer. Não sei se o ChatGPT é o futuro ou não. Mas não imagino em cinco anos fazermos as coisas no backend do mesmo jeito de hoje", disse.

J√° que o assunto √© ChatGPT. T√Ęnia Cosentino, presidente da Microsoft no Brasil, j√° foi avisando, em sua apresenta√ß√£o, que n√£o falaria em ChatGPT ou intelig√™ncia artificial.

Ela preferiu afirmar que o papel das grandes empresas é o de viabilizar a adoção de práticas sustentáveis nas pequenas empresas.

"√Č minha obriga√ß√£o, como grande empresa, pegar pela m√£o as pequenas empresas que est√£o em torno dos nossos neg√≥cios e ajud√°-las a cumprir com regula√ß√Ķes, algo que √© mais simples para as grandes", afirmou ela.

#chatGPT

4 coisas que ainda n√£o contaram sobre o ChatGPT

Email image

Falando nele, o ChatGPT não completou nem seis meses de vida ainda (foi criado em novembro). Durante esse curto período você já deve ter lido muito sobre os benefícios e, principalmente, os riscos para as pessoas e empresas.

Mas é preciso ter calma e atenção para não cair em armadilhas. Por isso, olha essas quatro coisas que podem não ter te contado sobre o ChatGPT:

1ÔłŹ‚É£ Vai mudar o seu emprego, e n√£o roub√°-lo. N√£o foram poucos que preconizaram o "fim" de diversas profiss√Ķes, como redatores, analistas de SEO e por a√≠ vai. Afinal, o ChatGPT entrega conte√ļdos, tradu√ß√Ķes, quest√Ķes com riqueza de detalhes em um tempo muito menor do que um ser humano levaria.

Mas, al√©m de ter muitos problemas na forma como esses conte√ļdos s√£o "criados", nada supera a criatividade humana.

Então, não. Você não vai perder o seu emprego, mas o escopo dele vai mudar. Serão ainda mais necessárias habilidades como criatividade e capacidade analítica.

2ÔłŹ‚É£ Ele n√£o cria nada, s√≥ reproduz o que j√° existe. Tudo o que o ChatGPT entrega j√° est√° dispon√≠vel em algum lugar da internet. Sabe aquela frase "nada se cria, tudo se copia"?

A plataforma utiliza redes neurais e machine learning para acessar essa imensa base de dados e, em cima dos "pedidos" feitos, cruzar as informa√ß√Ķes para entregar o conte√ļdo esperado.

3ÔłŹ‚É£ Plataformas t√™m limita√ß√Ķes ‚Äď n√£o importa qu√£o bom √© o processamento de dados da intelig√™ncia artificial e sua capacidade de cruzar os mais diversos dados dispon√≠veis.

Por exemplo, há o risco de artigos com discurso de ódio, mentiras e ofensas serem considerados verdadeiros pela plataforma por conta de falhas em algoritmos.

4ÔłŹ‚É£ Vai ser uma das melhores estrat√©gias de customer success. √Č na √°rea de customer success que o ChatGPT vai assumir um papel de destaque nas estrat√©gias comerciais.

As empresas poder√£o otimizar o atendimento com respostas √†s d√ļvidas mais frequentes, criar conte√ļdos personalizados para cada perfil e conseguir atender as demandas dos usu√°rios onde, como e quando eles quiserem.

#podcast

Convidado an√īnimo responde qual o futuro do investimento em startups

Email image

No episódio que marca o início de uma nova temporada do Podcap, o podcast da Captable, um convidado pra lá de especial respondeu uma pergunta nada fácil: qual o futuro do investimento em startups?

S√≥ que, e a√≠ vem um desafio para voc√™, o convidado ficou completamente an√īnimo durante todo o epis√≥dio.

Será que você consegue descobrir quem ele é?

Ao longo do episódio, você pode pegar algumas pistas, mas terá que escutar atentamente. Não vale pular direto para o final para pegar a resposta, viu?

Se você estiver pronto, é só dar play clicando aqui.

Compartilhar conte√ļdo

Informativa, inteligente, exponencial.

Selecionamos as principais notícias do mercado. Trazemos editoriais, análises, entrevistas e materiais educativos. Fazemos você embarcar nesse ecossistema que pode te trazer retornos inimagináveis.

O nosso e-mail chega na sua caixa de entrada toda sexta-feira, às 12h48.

Inscrever-se