馃煟 Os unic贸rnios voltam pro Brasil?
0
0

馃煟 Os unic贸rnios voltam pro Brasil?

As apostas para os unic贸rnios de 2024. Mais: um novo superciclo de crescimento econ么mico mundial; e o novo foco do VC no Brasil.

1248
7 min
0
0
Email image

Edi莽茫o 90

As apostas para os unic贸rnios de 2024.

Mais: um novo superciclo de crescimento econ么mico mundial; e o novo foco do VC no Brasil.

Agtech, fintech e greentech 鈥 as apostas de 2024 para a corrida dos unic贸rnios

Email image

Em 2023, apenas uma empresa de tecnologia atingiu valor de mercado de US$ 1 bilh茫o e atingiu o status de unic贸rnio, a Pismo, quando foi vendida por US$ 1 bilh茫o para a Visa. Neste ano h谩 seis apostas, a maioria do segmento financeiro.

Com as expectativas de um aumento nas capta莽玫es em 2024, ainda que discreto, seis startups est茫o na lista de apostas de analistas para se tornarem unic贸rnios neste ano ou no pr贸ximo.聽

Quatro s茫o ligadas ao segmento financeiro 鈥 Asaas, idwall, Parfin e QI Tech. Uma da 谩rea de agroneg贸cios, a Agrotools e a outra 茅 a eureciclo, do segmento ambiental.

Uma nova vis茫o

Fernando Freitas, respons谩vel pela 谩rea de inova莽茫o do Bradesco, destaca que 鈥渙 foco, a partir do 煤ltimo bi锚nio, passou a ser em empresas com gera莽茫o de caixa e n茫o mais em crescimento a qualquer custo.鈥

Com essa vis茫o, os principais focos das empresas de venture capital neste ano e em 2025, na avalia莽茫o de Freitas, s茫o em neg贸cios ligados 脿 Intelig锚ncia Artificial (IA), silver economy (voltada a pessoas com mais de 50 anos), ESG (sigla em ingl锚s para ambiental, social e governan莽a) e ativos e pagamentos digitais. Sua aposta pessoal para candidatas a unic贸rnio s茫o Agrotools, Asaas e Parfin.

O diretor do Google for Startups Latam, Andr茅 Barrence, acredita que o ritmo de desenvolvimento mais saud谩vel ser谩 retomado s贸 a partir da segunda metade do ano.

A um passo da retomada

Andr茅 avalia que, mesmo sem chegar a ser unic贸rnio, v谩rias empresas t锚m grande potencial no Brasil. Em oito anos, 400 empresas passaram pelos programas do Google for Startups e ele destaca duas que podem estar mais pr贸ximas desse movimento, a idwall e a eureciclo.

Para o gerente de pesquisas do Distrito, Eduardo Fuentes:

鈥淎gora, com empresas conseguindo se ajustar, somado a uma redu莽茫o da taxa de juros, o mercado come莽a a atrair novamente mais investidores e a retomar o volume de investimento, especialmente em est谩gios mais avan莽ados.鈥

As apostas dele para pr贸ximos unic贸rnios brasileiros s茫o a QI Tech e a CERC, ambas fintechs. Fuentes ressalta que a ascens茫o deve ocorrer em at茅 tr锚s anos.

Um novo superciclo de crescimento mundial

Email image

Depois do caos econ么mico provocado pela pandemia, que desestabilizou as cadeias de suprimento globais nos 煤ltimos 3 anos, ocasionando aumento da infla莽茫o e das taxas de juros, o mundo est谩 entrando num novo superciclo de crescimento.

Esse crescimento est谩 sendo impulsionado por dois fatores: o desenvolvimento da intelig锚ncia artificial (IA) e o avan莽o do processo de descarboniza莽茫o.

Essa boa not铆cia foi trazida por Peter C. Oppenheimer, estrategista-chefe de a莽玫es globais e chefe de Investiga莽茫o Macro na Europa do Goldman Sachs. Oppenheimer ainda destacou que embora os superciclos sejam fen么menos recorrentes na economia global, esse que est谩 come莽ando agora tem caracter铆sticas semelhantes 脿s encontradas no final do s茅culo XIX.

Um superciclo diferente

Segundo Oppenheimer, o 煤ltimo superciclo significativo da economia mundial come莽ou no in铆cio da d茅cada de 1980. Um ciclo caraterizado pelo pico das taxas de juros e infla莽茫o, antecedido por um per铆odo de d茅cadas de quedas dos custos de capital, infla莽茫o e juros 鈥 aliado ainda a outros fatores macroecon么micos como a desregulamenta莽茫o e a privatiza莽茫o.

Foi esse superciclo que gerou efeitos como a redu莽茫o dos riscos geopol铆ticos e a maior globaliza莽茫o da economia. Esse novo per铆odo vivido agora, no entanto, n茫o deve manter essa mesma trajet贸ria.

Segundo Oppenheimer:

鈥淣茫o 茅 prov谩vel uma tend锚ncia de descida t茫o agressiva das taxas de juro ao longo da pr贸xima d茅cada, da mesma forma, estamos assistindo a um retrocesso na globaliza莽茫o, al茅m do aumento das tens玫es geopol铆ticas鈥.

Os elementos de um novo ciclo

Na vis茫o do especialista, embora a atual evolu莽茫o econ么mica possa levar a uma diminui莽茫o do ritmo dos retornos financeiros, a diferen莽a clara do ciclo anterior se d谩 por conta de dois fatores: intelig锚ncia artificial e descarboniza莽茫o.

Oppenheimer afirma que a IA ainda est谩 em fase inicial, mas 脿 medida que for utilizada como base para novos produtos e servi莽os, deve levar a um efeito positivo na economia global.

Por exemplo, o especialista cita que 茅 relativamente certo que veremos uma melhoria na produtividade, apoiada nas aplica莽玫es de IA, o que deve impulsionar o crescimento e aumentar as margens de lucro.

Similaridades hist贸ricas

Embora a descarboniza莽茫o e a intelig锚ncia artificial sejam conceitos novos, Oppenheimer tra莽a paralelos hist贸ricos, especialmente relacionados a fatores macroecon么micos.

Segundo ele:

鈥淒evido a este tremendo choque duplo que provavelmente veremos, um choque positivo de inova莽茫o tecnol贸gica a um ritmo muito r谩pido, juntamente com a reestrutura莽茫o das economias para avan莽ar em dire莽茫o 脿 descarboniza莽茫o, penso que 茅 um per铆odo que 茅 realmente mais parecido com o que vimos no final do s茅culo 19鈥.

Esse per铆odo hist贸rico foi marcado pela moderniza莽茫o e industrializa莽茫o, alimentadas por desenvolvimentos tecnol贸gicos e revolu莽玫es em infraestruturas, aliadas a um aumento significativo da produtividade.

Estes paralelos hist贸ricos podem fornecer li莽玫es para o futuro, segundo o especialista do Goldman Sachs 鈥 j谩 que os ciclos e as rupturas estruturais causadas neles se repetem, mesmo que nunca exatamente da mesma maneira.

Oppenheimer finaliza ressaltando que:

鈥淧recisamos aprender com a hist贸ria quais s茫o as infer锚ncias que podemos observar para nos posicionarmos melhor para o tipo de ambiente para o qual estamos nos movendo鈥.

No venture capital brasileiro, o foco 茅 no verde聽

Email image

As gestoras de venture capital brasileiras n茫o ir茫o nadar contra a correnteza. A pr贸xima grande onda de investimentos tem tudo a ver com startups que desenvolvem solu莽玫es para enfrentar o aquecimento global.

Positive Ventures, Kamaroopin, GK Partners e KPTL j谩 largaram na corrida para investir nas climatechs, as startups que desenvolvem solu莽玫es clim谩ticas 鈥撀爀sse mercado pode superar US$ 8 trilh玫es.

As climatechs receberam quase US$ 64 bilh玫es em 2023, segundo estudo da PwC 鈥撀爑m crescimento de 70%, em meio a seca do venture capital. As gestoras brasileiras come莽am, agora, a desenvolver teses para investir em climatechs para sair na frente nessa tend锚ncia na regi茫o.

Segundo F谩bio Kenstenbaum, cofundador da Positive Ventures:

鈥淓ssa 茅, sem d煤vidas, a maior oportunidade de investimentos da d茅cada. Estamos falando de trilh玫es de d贸lares.鈥

O investimento global em projetos relacionados ao clima foi, em m茅dia, de quase US$ 1,3 trilh茫o por ano em 2021 e 2022, de acordo com a Climate Policy Initiative (CPI).

Ainda assim, a pr贸pria CPI estima que s茫o necess谩rios pelo menos US$ 8,6 trilh玫es investidos ao ano at茅 2030 para atingir a meta de limitar o aquecimento global a 1,5 潞C.

Ou seja, mesmo o volume trilion谩rio j谩 investido no mercado por governos e entidades privadas ainda 茅 pouco 鈥 e isso significa que uma grande quantidade de recursos ser谩 alocado no segmento nos pr贸ximos anos.

脡 de olho nessa oportunidade gigantesca que as gestoras brasileiras lutam para encontrar startups voltadas para solu莽玫es clim谩ticas. Mas n茫o tem sido f谩cil: muitas das gestoras investem em est谩gio de growth, um segmento que ainda tem poucas representantes do segmento do clima. Quando aparecem, s茫o empresas disputadas com valuations extremamente altos.

Outra gestora que tem enfrentado obst谩culos para encontrar solu莽玫es do segmento 茅 a Kamaroopin, gestora que teve a opera莽茫o adquirida pelo P谩tria Investimentos. A busca por oportunidades com maior cautela pela gestora significa um diminuto n煤mero de oportunidades que avan莽am na an谩lise.

Beatriz Lutz, s贸cia da Kamaroopin, esclarece:

鈥淥 setor est谩 na moda agora. Claramente, 茅 uma tend锚ncia. Mas ainda tem muita tecnologia emergente e precisa ter cuidado para n茫o correr riscos. Achar empresas que j谩 estejam consolidadas e possam mitigar riscos tecnol贸gicos e regulat贸rios 茅 complexo. Quando achamos, est谩 caro.鈥

Mesmo com a dificuldade, a gestora planeja fazer at茅 dois aportes dentro dessa tese ainda em 2024. Est茫o no radar neg贸cios de gera莽茫o de energia distribu铆da e do setor de florestas.

O segmento das solu莽玫es direcionadas para florestas tamb茅m est谩 no alvo da KPTL para investimentos, j谩 que a gestora opera um ve铆culo de floresta e clima. O fundo ainda est谩 captando recursos para investir, a meta 茅 alcan莽ar R$ 200 milh玫es at茅 o final do ano 鈥撀爀ntre os investidores do fundo est茫o Vale, BNDES, Jacto e Zeg.

A KPTL j谩 realizou um investimento neste fundo, foram R$ 3 milh玫es para a Ages Bioactive, uma startup de biotecnologia que produz compostos bioativos voltados para a longevidade. Ainda assim o head do fundo de Floresta e Clima da gestora, Danilo Zelinski ressalta:

鈥淧recisamos olhar para a base da pir芒mide para que no futuro existam mais rodadas seed e s茅rie A鈥.

Compartilhar conte煤do

Informativa, inteligente, exponencial.

Selecionamos as principais not铆cias do mercado. Trazemos editoriais, an谩lises, entrevistas e materiais educativos. Fazemos voc锚 embarcar nesse ecossistema que pode te trazer retornos inimagin谩veis.

O nosso e-mail chega na sua caixa de entrada toda sexta-feira, 脿s 12h48.