Loading...Loading...
31

Por que alguns alunos se destacam?

By Superbloom

Last update 6 months ago3 Min.

Se você quer melhorar a educação dos seus filhos ou dos seus alunos, você deve alterar as variáveis que fazem a maior diferença na educação deles.
Nos meus últimos artigos, tendo como base as conclusões do pesquisador Benjamin Bloom e outras referências, eu explorei as variáveis mais importantes do lado do PROFESSOR ou do MÉTODO DE ENSINO:
  • Número de alunos por professor e conhecimento do que está sendo ensinado; [link]
  • Ocupação da mente do aluno com raciocínios relevantes e presença dos conhecimentos prévios necessários para o aprendizado de cada novo assunto; [link]
  • Maestria da linguagem, da matemática e das suas respectivas aplicações; [link]
  • & Responsabilização do professor, permanência de um mesmo professor ao longo de múltiplos anos e presença de materiais didáticos com muitos exercícios. [link]
Agora, em qualquer processo de ensino, há também um outro lado, que é o lado do aluno.
E daí surgem algumas perguntas:
Do lado do ALUNO, o que pode ser alterado para que ele aprenda mais? Qual é a variável que mais determina o sucesso de um aluno? Por que alguns alunos se destacam mais que os outros?
O Bloom responde:
Não importa como analisamos os dados, o fator principal que explica as diferenças entre alunos dentro de cada país é o ambiente doméstico. Diferenças entre professores e entre escolas são relativamente pequenas em comparação com as diferenças nas casas dos alunos.
Benjamin Bloom no livro "All Our Children Learning"
Ou seja, entre todas as escolas de um dado país, as variáveis que eu elenquei no início deste artigo permanecem relativamente iguais. Consequentemente, as diferenças entre alunos são explicadas pelas variáveis do lado do aluno. E entre as variáveis do lado do aluno, a mais significativa é o ambiente doméstico.
Mas o que faz um ambiente doméstico ser bom ou ruim? O Bloom explica:
O que determina o ambiente doméstico é o que os pais FAZEM em casa (isto é, os processos interativos que os pais têm com os filhos) e não o status dos pais. E os pesquisadores encontram que a relação entre esses processos interativos e o status dos pais é relativamente baixa.
Benjamin Bloom no livro "All Our Children Learning"
Ou seja, o que faz um bom ambiente doméstico é a participação dos pais na educação dos filhos. E essa participação independe do agrupamento sociológico dos pais. Existem pais dos mais diversos agrupamentos que participam muito na educação dos filhos assim como existem pais nos mesmos agrupamentos que participam pouco.
Vale ressaltar que essa participação dos pais é particularmente fundamental na primeira infância:
Com relação ao desempenho acadêmico, é estimado que pelo menos um terço do desenvolvimento aos 18 anos de idade tomou lugar antes da entrada da criança no primeiro ano da escola.
Benjamin Bloom no livro "All Our Children Learning"
Isso não significa dizer, contudo, que a participação dos pais não é importante nos anos seguintes:
Foi encontrado que mesmo quando um programa de educação de primeira infância é efetivo no curto prazo, os efeitos somem ao longo da escola primária. Quando pais são muito efetivos no suporte do aprendizado de um filho, eles permanecem com o filho ao longo de todos os seus anos escolares.
Benjamin Bloom no livro "All Our Children Learning"
Conclusão: Os melhores alunos em qualquer país são aqueles que receberam e recebem apoio precoce e regular dos pais em casa. E o fornecimento desse apoio está ao alcance de qualquer pai. Não há desculpas aqui.
E como se dá esse apoio? Através do compartilhamento de processos mentais, de hábitos de organização e disciplina, de princípios morais e filosóficos, etc. E também através da instrução explícita de conteúdos por parte dos pais.
E por que eu faço questão de compartilhar isso com você? Para que você perceba como NÃO DÁ PARA DEPENDER SÓ DA ESCOLA. O seu papel de pai é fundamental e, se você não cumpri-lo, o seu filho será prejudicado.
No final das contas, o que eu apresentei neste artigo é mais um argumento a favor do homeschooling. Mas mesmo que você não faça homeschooling, você NÃO PODE confiar na escola. Você PRECISA dedicar horas regulares da sua semana para o desenvolvimento INTENCIONAL da linguagem, da matemática e dos valores dos seus filhos.
Gostou deste artigo? Então clique no botão abaixo para receber meus artigos semanais no seu e-mail.
Já se inscreveu? Então considere compartilhar este artigo com alguém: